Google+

«

»

Jul 02

Os nomes de luas

stephen-colbert-neil-degrasse-tyson

No programa de Stephen Colbert, Neil deGrasse Tyson explica que os nomes que damos à nossa Lua em diferentes alturas do ano não têm atualmente qualquer relevância. Estes nomes foram dados no passado, sobretudo para os povos antigos saberem quando deveriam plantar, colher, caçar, etc. Mas estes nomes não têm qualquer significado físico na Lua. A Lua é sempre a mesma. Não há qualquer significado especial nos nomes.

O problema, diz Tyson, é que as pessoas gostam de se sentir especiais, por isso atualmente ligam esses nomes a “catástrofes” ou eventos especiais, porque elas próprias acham que são especiais no Universo, por isso os eventos astronómicos “especiais” têm que acontecer quando elas estão vivas.

Tyson: “A maioria das pessoas quer que algo no céu seja especial e único durante a sua passagem pelo planeta. Um planeta que existe há 4,5 mil milhões de anos. Portanto, isto são provas de um estado de delírio (delusional state).”

Acerca do autor(a)

Carlos Oliveira

Carlos F. Oliveira é astrónomo e educador científico.
Licenciatura em Gestão de Empresas.
Licenciatura em Astronomia, Ficção Científica e Comunicação Científica.
Doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas.
Criou e leccionou durante vários anos um inovador curso de Astrobiologia na Universidade do Texas.
Foi Research Affiliate-Fellow em Astrobiology Education na Universidade do Texas em Austin, EUA.
Trabalhou no Maryland Science Center, EUA, e no Astronomy Outreach Project, UK, recebeu dois prémios da ESA, e realizou várias palestras e entrevistas nos media.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>