Google+

«

»

Dez 29

De onde vieram as estrelas que observamos?

Imagens de galáxias distantes.
Créditos: K. Trisupatsilp, NRAO/AUI/NSF, NASA

Uma equipa de astrônomos apontou as antenas do VLA e do ALMA para as galáxias do Campo Ultra Profundo do Hubble, para identificar o local onde as estrelas que observamos hoje se formaram.

E com isso eles descobriram algo interessante: diferente do que é observado hoje (em que as estrelas se formam em locais específicos das galáxias), há 10 bilhões de anos atrás o processo de formação de estrelas ocorria de forma espalhada por toda a galáxia.

Esse estudo tem uma implicação importante sobre como o universo, as estrelas e as galáxias, evoluíram durante esse período.

Fonte: ALMA

Acerca do autor(a)

Sérgio Sancevero

Formado em Geofísica pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Engenharia do Petróleo pela Universidade de Campinas (UNICAMP), e Doutor em Geociências também pela Universidade de Campinas (UNICAMP).
Divulgador de Astronomia no SpaceToday.

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. mario

    gostaria de saber, se existir um observador em uma destas galaxias, este observador veria a nossa galaxia como é hoje.

    1. Carlos Oliveira

      Não se sabe se existem observadores…

      Mas veria a nossa galáxia como ela era há … cerca de 10 bilhões (no Brasil, em Portugal diz-se 10 mil milhões) de anos.
      Ou seja, ainda não existia o Sistema Solar, e a própria galáxia estava-se a formar.

      abraços

  2. Reinaldo da Silva

    Professor pergunto se o processo de formação das estrelas da via láctea seria igual as demais galáxias?

    1. Carlos Oliveira

      Sim.

      abraços

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

AstroPT – Informação e Educação Científica is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache