Jan 11

Sharpless 249 e a Nebulosa da Medusa

Crédito: Eric Coles

Na imagem vê-se a Nebulosa da Medusa/Alforreca/Água-viva.
Esta medusa cósmica faz parte do remanescente de supernova em forma de bolha conhecido como IC 443 – uma nuvem de detritos em expansão. A luz da explosão da estrela maciça chegou à Terra há 30 mil anos. No centro da nebulosa está uma estrela de neutrões.
A Nebulosa tem cerca de 300 anos-luz de diâmetro e encontra-se a cerca de 5.000 anos-luz de distância da Terra.

Abaixo da Nebulosa, está a estrela Eta Geminorum.

Para a direita da Nebulosa da Medusa está uma Nebulosa de emissão catalogada como Sharpless 249.

Fonte: APOD

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.