Out 04

Nobel da Química 2017

Ontem foi atribuído o prémio Nobel da Física a Rainer Weiss,  Barry C. Barish e a  Kip S. Thorne, pela sua contribuição decisiva na deteção e observação das ondas gravitacionais. Podem saber um pouco mais sobre as ondas gravitacionais aqui. Só uma curiosidade: Kip S. Thorne foi um dos principais consultares científicos do filme Interstellar! Aconselho a leitura deste texto “A Ficção Científica a ajudar a Ciência“.

Hoje foi atribuído o prémio Nobel da Química a Jacques Dubochet, investigador na Universidade de Lausanne (Suíça), Joachim Frank, investigador da Universidade Columbia (Nova Iorque) e Richard Henderson, investigador do Laboratório de Biologia Molecular do Conselho de Investigação Médica (Cambridge, Reino Unido). Estes 3 investigadores deram um relevante contributo para o desenvolvimento  da microscopia crioeletrónica, uma técnica que permite ver estruturas de biomoléculas em solução.

22154205_10154994374844103_8723502334424256905_n

proteina

Diferenças na observação de uma proteína antes e depois de 2013.

Com esta técnica poderá se conseguir conhecer a estrutura celular,  de maneira a aplicar à saúde. Conhecer a estrutura das proteínas envolvidas nas doenças humanas ou produzidas pelos agentes patogénicos (causadores de doenças) pode permitir criar fármacos que sejam mais eficazes no ataque a essas proteínas.

A título de curiosidade, o Prémio Nobel da Química em 2014, também foi para uma técnica de microscopia.

 

Também aqui.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.