Montes Zeeman

Os montes Zeeman numa imagem captada pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter.
Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University.

As cadeias montanhosas que hoje vemos na superfície terrestre foram edificadas ao longo de milhões de anos pela lenta deformação da litosfera continental, produzida por colisões entre placas tectónicas. Na Lua, a formação de estruturas montanhosas é um fenómeno muito mais rápido. Quase todas as montanhas lunares foram criadas em poucos segundos por violentos impactos de asteroides e cometas na superfície da Lua.

Na imagem de cima podemos ver um maciço montanhoso conhecido informalmente por Zeeman Mons. Localizado na orla setentrional da cratera Zeeman, esta estrutura eleva-se cerca de 7570 metros desde a sua base (visível em primeiro plano) e aproximadamente 8800 metros acima do chão da cratera.

Como Zeeman se formou no interior da gigantesca bacia de Polo Sul-Aitken (PSA), o seu chão encontra-se a mais de 6000 metros de profundidade relativamente ao raio de referência da Lua (cerca de 1737,4 Km), pelo que o ponto mais alto de Zeeman Mons alcança uma altitude de apenas pouco mais de 2400 metros – menos 8400 metros que a altitude do ponto mais alto da Lua, um ponto na orla setentrional de PSA.

A cratera Zeeman tem aproximadamente 184 Km de diâmetro e foi formada durante o Período Nectariano, há mais de 3850 milhões de anos.

1 comentário

  1. Por outro lado há terremotos na Lua.
    Portanto alguma montanha pode ter sido formada nestes processos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.