New Horizons: a recordista do Sistema Solar

Estas imagens em cores falsas, mostram os KBOs 2012 HZ84 (esquerda) e 2012 HE85 (direita).
Crédito: NASA / JHUAPL / SwRI

Em 14 de Fevereiro de 1990, a sonda Voyager 1 virou suas câmeras para o Sistema Solar e fez a icônica imagem do Pálido Ponto Azul. Quando ela fez essa imagem, ela estava a cerca de 6.06 bilhões de quilômetros de distância da Terra, ou 40.5 UA. Logo depois de fazer essa imagem, as câmeras da Voyager foram desligadas, e por 27 anos, essa foi a imagem feita por uma sonda à maior distância da Terra.

Pois bem, a sonda New horizons acaba de quebrar esse recorde, e por duas vezes.
No dia 5 de Dezembro de 2017, o instrumento LORRI fez uma imagem do aglomerado estelar conhecido como Wishing Well. Nesse momento, a sonda estava a cerca de 6.12 bilhões de quilômetros da Terra, ou 40.9 UA.
Porém, logo depois, duas horas depois, ela quebrou seu próprio recorde: a New Horizons fez imagens dos objetos do cinturão de Kuiper conhecidos como 2012 HZ84 e 2012 HE85.
Essa é a imagem já feita por uma sonda à maior distância da Terra.

Mas a New Horizons é uma quebradora de recordes. Ela é somente a quinta sonda a ir além dos planetas externos do sistema solar.

No dia 9 de Dezembro de 2017 foi realizada a correção de curso mais distante da história.

E em 1 de Janeiro de 2019, quando ela passar pelo objeto do cinturão de Kuiper, 2014 MU69, esse será o encontro planetário mais distante da história da humanidade.

A sonda, mesmo cobrindo 1.1 milhão de quilómetros no espaço por dia, continua saudável e funcionando a pleno vapor.
Ela já fez imagens de dezenas de KBOs, de planetas-anões e dos chamados Centauros, antigos KBOs em órbitas instáveis que cruzam a órbita dos planetas gigantes.
Ela faz medidas do vento solar, do plasma, partículas e tudo mais.

No dia 4 de Junho de 2018, os engenheiros iniciarão uma série de testes e manobras, preparando o encontro da sonda em 1 de Janeiro de 2019 com o 2014 MU69.

Fonte: NASA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.