15 novos planetas confirmados a orbitar anãs vermelhas

Crédito da ilustração: Anton Petrov

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Tóquio, Japão, liderada pelo astrónomo Teruyuki Hirano, confirmou a existência de 15 novos exoplanetas a orbitar estrelas anãs vermelhas: estrelas mais frias, menores (menos maciças) e menos brilhantes que o Sol. A maior parte das estrelas no Universo são anãs vermelhas.

Em órbita de uma das anãs vermelhas, K2-155, que se encontra a cerca de 200 anos-luz de distância da Terra, os cientistas identificaram 3 super-Terras.
Uma dessas super-Terras está na zona habitável da estrela, ou seja, deverá estar à distância ideal da estrela para poder ter água líquida à superfície. Claro que não se sabe se tem ou não água: são especulações baseadas em simulações climáticas tendo em conta a distância do exoplaneta à estrela e assumindo que tem uma atmosfera e composição semelhantes à Terra (apesar de se desconhecer por completo se estas variáveis são assim). Apesar de serem necessárias estimativas mais precisas, as estimativas iniciais para este exoplaneta, K2-155d, mostram que terá um raio 1,6 vezes maior que o planeta Terra e o seu período (ano) é de 40,7 dias terrestres.

Fonte: ScienceDaily

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.