A queda do Palácio Celestial

Crédito: China National Space Administration

A 30 de Setembro de 2011, a China lançou o primeiro módulo da sua estação espacial, com 10 metros de comprimento, que tinha espaço para dois taikonautas (astronautas chineses).
O seu nome é Tiangong-1 (Heavenly Palace / Palácio Celestial).

Em Setembro de 2016, a China informou que perdeu o contacto (e o controlo) com esse laboratório espacial.

Desde aí que se sabe que o objeto irá re-entrar na atmosfera, devido ao atrito atmosférico.
Agora sabe-se que essa queda será perto do dia 1 de Abril de 2018.

Grande parte da estação irá se desintegrar ao atravessar a atmosfera terrestre.
No entanto, alguns pedaços maiores do objeto com quase 10 toneladas e algum do seu hardware dentro da estação, deverão chegar ao solo.
Tendo em conta a percentagem de água à superfície da Terra, o mais provável é que esses pedaços sobreviventes caiam no oceano.

Obviamente, há sempre o perigo de alguns objetos caírem sobre nós.
No entanto, a chance de algum objeto da estação cair sobre a nossa cabeça é 1 milhão de vezes menor do que ganharmos a lotaria ou o Euromilhões! É muito mais provável sermos atingidos por um raio do que por detritos espaciais!
De qualquer modo, é sempre melhor prevenir sermos os “sortudos”… por isso, usem um capacete! 😛

E caso sejamos os “sortudos”, fiquem a saber que a lei espacial internacional diz que se algum de nós for vítima desse lixo espacial, temos direito a compensações monetárias.

Crédito: CMSE

Fonte: Space Academy
Excelente artigo na SpaceFlight101, aqui, com tradução em português na BRAMON, aqui.

Podem ver onde a estação espacial chinesa está (de forma imprecisa), neste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.