Mais cortes na NASA

A Administração Trump continua a apostar no espaço… fechado entre as paredes da Casa Branca. Porque a exploração espacial está a ser fortemente atacada.

Após ter a NASA sem administrador durante mais de um ano, Trump decidiu nomear como administrador da NASA o político Jim Bridenstine, uma pessoa que tem adotado posições anti-ciência.

Alguns projetos espaciais já foram cancelados, como o telescópio espacial WFIRST.

Agora, a Administração Trump e o novo administrador da NASA assassinaram mais um projeto: o rover lunar da missão Resource Prospector.

Esta missão, com o rover, pretendia, in situ, detectar e mapear a localização da água lunar, assim como de outros materiais voláteis, como hidrogénio e oxigénio.
O objetivo era ter mais informação de modo a criar uma missão humana à Lua mais sustentável.

Este novo veículo lunar estava a ser desenvolvido há cerca de uma década. Era para ser lançado para a Lua em 2022. E agora, Trump cancelou-o.
Isto, obviamente, chocou muitos cientistas.

Infelizmente, estes não vão ser os únicos cancelamentos…
Temo que continuemos a ter surpresas desagradáveis nos próximos meses/anos 🙁

Fontes: NASA, Wikipedia, Phys.org

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.