Elysium Planitia: o local de pouso da InSight

Crédito: NASA/JPL-Caltech

A missão InSight foi hoje lançada, com sucesso, em direção ao planeta Marte.

Essa missão era para ter ido para Marte em 2016, mas devido a problemas detectados no seu sismômetro a missão foi adiada. Até hoje.

Portanto, isso quer dizer que o local de pouso já estava escolhido desde 2015.
A escolha do local de pouso começou em 2013, em que 22 locais propostos foram avaliados.
Durante os anos de 2014 e 2015, foram feitas rodadas de análises e no final o local de pouso foi definido.

O lander InSight da NASA irá pousar num local conhecido como Elysium Planitia.
Uma planície existente em Marte, num local que fica a cerca de 600 km de distância de onde o rover Curiosity explora o Planeta Vermelho.

Mas por que escolheram esse lugar?
A escolha no caso da InSight é um pouco diferente de outras sondas que já foram para Marte.
Primeiro, tinha que ser um local perto do equador marciano, pois como o lander usará energia solar, ele precisa estar recebendo a incidência do Sol direto.
Além disso precisa ser um local que tenha uma boa quantidade de atmosfera acima, para que os paraquedas supersônicos possam frear o instrumento antes dele se soltar e pousar no solo.
Como a InSight é uma missão geofísica, e está levando um sismômetro, o local teria que ser pouco acidentado ou ter poucas rochas e poucos locais inclinados.

A Elysium Planitia foi o local que conseguiu respeitar todos os requisitos.

Os engenheiros da NASA definiram uma elipse com 130 km de comprimento e 27 km de largura onde existe uma probabilidade de 99% do lander pousar.

Crédito: Reuters

Como o objetivo da Insight é estudar o interior de Marte de forma global, a escolha do local de pouso se baseou mais nos requerimentos da engenharia do que da parte geológica, diferente de rover e outros landers que tinham uma missão com caráter mais geológico, ou seja, investigar determinadas condições em locais específicos.

Fontes: NASA, NASA, Space.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.