Mais duas luas em órbita da Terra?

Há cerca de 2 semanas atrás, saiu a notícia que a Terra tinha mais duas luas.

Apesar dos títulos sensacionalistas que se viram, a verdade é que não existem quaisquer luas descobertas.

O que se passou?

Foi recentemente “confirmada” a existência de duas nuvens de poeira por um grupo de astrónomos da Hungria.
Essas nuvens estão em regiões diferentes no céu, mas estão a uma distância sensivelmente semelhante à distância da Lua.
Chamam-se nuvens de Kordylewski: KDC (na sigla em inglês).

Qual é então o problema da notícia?

Existem vários:

1 – Não estão confirmadas. A confirmação terá que ser feita por equipas independentes. Esta equipa diz que tem evidências delas (ou melhor, de uma delas). Mas é só isso: existem evidências, tornando-as fortes candidatas, mas não estão confirmadas por várias equipas independentes de astrónomos.

2 – Não são corpos celestes. Logo, não podem ser chamados de luas.

3 – Existe muita poeira espacial… no espaço. O que parece ter sido detetada é simplesmente uma zona com maior acumulação de poeira interplanetária do que o normal. O que também é absolutamente normal e é explicado pela gravidade.

4 – Essa poeira, como é óbvio, encontra-se gravitacionalmente presa à Terra. Também é absolutamente normal.

5 – Estão no ponto de Lagrange L4 e L5 do sistema Terra-Lua, que devido à sua instabilidade, até podem ser falsos positivos. Falta a confirmação por equipas independentes.

Curioso é que os autores dizem isto no seu artigo científico, que podem ler aqui (e aqui, a teoria).
Eles dizem que pensam ter evidências para as nuvens de poeira (em momento algum lhes chamam luas), mas também reconhecem resultados contraditórios e negativos ao longo dos anos, por outras equipas de investigadores: incluindo quando a sonda Japonesa passou por esses locais em 2009, com o objetivo de detetar um aumento nas partículas de poeira, e não detetou esse aumento.

Ou seja, os cientistas estão cautelosos, entusiasmados e esperançados, por terem evidências de nuvens de poeira.
Já os jornalistas preferiram os títulos sensacionalistas em que inventam que foram confirmadas luas.

2 comentários

  1. Ahan, sei!! Estão tentando achar 1000 argumentos para disfarçar o que já estamos vendo. Qual o problema desse pessoal hein?

    1. Hadan, os seus comentários são todos no sentido de acreditar em parvoíces que lê na internet. E depois faz ligações que não tem nada a ver.

      Estas nuvens de poeira não se veem. Você não está vendo nada no céu de anormal.

      Saia da frente do computador, vá até lá fora observar e comece a usar o cérebro.

      Já lhe dei esse conselho (sair da frente do computador, ver por si, e deixar de acreditar nos vigaristas da internet) por várias vezes…

Responder a Carlos Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.