Astronomia extremamente grande

Créditos: G. Hüdepohl / ESO

A era dos telescópios extremamente grandes está a começar — e vai revolucionar a nossa compreensão do Universo. O Extremely Large Telescope do ESO (ELT) está atualmente a ser construído no remoto deserto chileno do Atacama; este telescópio pioneiro irá colectar mais luz do que mais de 200 Telescópios Espaciais Hubble da NASA/ESA.

Como o nome sugere, estes telescópios são verdadeiramente colossais. Os maiores espelhos primários — com os quais o telescópio colecta a luz — atualmente em operação em todos os observatórios do ESO, com um diâmetro de 8,2 metros, são os dos quatro Telescópios Principais que compõem o Very Large Telescope (VLT). O ELT será um gigante quando comparado com o já de si impressionante VLT, pois terá um enorme espelho de 39 metros de diâmetro! No entanto, construir um espelho único de qualidade científica com este tamanho é simplesmente impossível — o espelho primário do ELT terá, de facto, uma estrutura complexa de colmeia, composta por 798 espelhos hexagonais com uma dimensão de 1,4 metros cada um.

Encontrar o local ideal para tal estrutura também não foi tarefa fácil. Para além das condições existentes a elevada altitude de um local seco e livre de poluição luminosa necessárias a uma astronomia bem sucedida, o ELT precisava ainda de um espaço enorme onde se pudessem colocar as suas fundações. Uma vez que tal local não existia, foi preciso criá-lo! A complexa construção do ELT começou pelo aplanamento do topo do Cerro Armazones, no Chile, retirando-se 18 metros à sua altitude total. O local encontra-se agora coberto por uma rede de fundações — como podemos ver na imagem.

Fonte (transcrição): ESO

5 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Regis Henrique Olivetti on 11/12/2018 at 22:04
    • Responder

    coletar
    verbo
    1.
    transitivo direto
    fazer coleta de; colher, recolher, juntar.
    2.
    transitivo direto
    obrigar a pagar coleta (imposto); tributar.
    “c. uma indústria”

    1. Penso que no Brasil se poderá dizer “coletar”, enquanto em Portugal não.

      Penso que estará aí a diferença 😉

      abraço!

    • Nuno José Almeida on 11/12/2018 at 16:29
    • Responder

    Peço desculpa o reparo mas infelizmente o erro do “falso amigo” to colect traduzido para colectar está a ganhar raízes.

    https://dicionario.priberam.org/colectar

    …telescópio pioneiro irá colectar mais luz … deverá ser recolher, capturar, etc nunca colectar visto os telescópios não cobrarem impostos.

    1. Eu também diria colectar… por estar há muitos anos fora… 😉

      Como isto é uma transcrição do ESO, não vou corrigir no texto para não ficar diferente do original…

      Mas fica aqui o reparo nos comentários para se poder corrigir a tradução 🙂

      Obrigado!

    2. Passei a corrigir nos próximos. Para “recolher” 😉

      Obrigado!

Responder a Regis Henrique Olivetti Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.