Uma fénix explosiva

Crédito: ESO

Esta imagem mostra uma galáxia anã situada na constelação austral da Fénix chamada, por razões óbvias, Anã da Fénix.

A Anã da Fénix é um objeto único, uma vez que não a conseguimos classificar segundo o esquema usual das galáxias anãs. Segundo a sua forma esta galáxia deveria ser classificada como uma galáxia anã esferóidal — objetos que não contêm gás suficiente para formar novas estrelas — no entanto, vários estudos mostraram que esta galáxia possui uma nuvem de gás associada, o que aponta para formação estelar recente e consequentemente uma população de estrelas jovens.

A nuvem de gás não se situa no interior da galáxia, no entanto encontra-se gravitacionalmente ligada a ela — o que significa que com o tempo “cairá” de novo eventualmente na galáxia. Uma vez que a nuvem se encontra próximo, é provável que o processo que a lançou para o exterior ainda esteja a decorrer. Após o estudo da forma da nuvem de gás, os astrónomos pensam que a causa mais provável da ejeção sejam explosões de supernova a ocorrer no seio da galáxia.

Os dados utilizados para criar esta imagem foram seleccionados a partir do arquivo do ESO no âmbito do concurso Tesouros Escondidos.

Fonte (transcrição): ESO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.