Jumper

Revi recentemente o filme Jumper.

Um jovem descobre por “artes mágicas” que se consegue teletransportar entre diferentes locais.
O teletransporte acontece através de wormholes, buracos de verme ou portais. Mas nunca é explicado como isso é feito.

O jovem é um falhado na escola, e é bullied pelos colegas.
Entretanto, ganha poderes subitamente, por “artes mágicas”.
Obviamente, este é o sonho de qualquer jovem, sobretudo se não é popular na escola.

Quando lhe aparecem os poderes, ele não sabe como os controlar.
Mas em poucos segundos de filme, ele passa a controlá-los.
Não se entende como é que ele passa a controlar os poderes.

Quando controla os poderes, não se entende porque ele não faz muitas mais coisas maléficas. Seria o normal em qualquer ser humano.
Mas ele nem sequer se vinga, inicialmente, do seu bully principal. Só se vinga mais tarde. Inicialmente, e de forma incompreensível, ele decide se afastar.
Como teenager, a única coisa má que ele faz é roubar bancos. Não faz grande sentido.

Entretanto, ele fica a saber que existem outros Jumpers, Saltadores. E sempre existiram na Humanidade.
Também fica a saber que existem Paladinos, que são agentes de elite encarregues de matar os Saltadores. Porquê? Porque os Paladinos acreditam que os Jumpers são uma afronta a Deus já que podem ir para muitos sítios rapidamente: só Deus devia ter esse poder.

A mãe dele também é Paladino.
Mas essa parte da história é pouco desenvolvida e parece caída de paraquedas.

No final, ele consegue escapar, como era previsível.

O filme é uma treta, incluindo a nível científico.
Aliás, parece-me um filme pseudocientífico.

É um filme esquizofrénico, sem qualquer coerência de contexto.
Além de ter uma história fraquinha, as próprias personagens também são más.

Podia ser um filme de entretenimento, mas nem isso tem.

E, no entanto, a base da ideia da história tem algum potencial – muito mais do que aquele que é desenvolvido no filme.
Por exemplo, porque não são enviadas coisas de um lado para o outro de modo sistemático?

Não entendo como os Paladinos conseguem prever onde eles vão estar após usarem os bastões eletromagnéticos. (e os Jumpers mantém-se próximos dos Paladinos, sem sentido)

Também não entendi: porque só se podem teletransportar para locais na superfície terrestre?
Parece-me uma limitação importante, semelhante ao que se pensa dos fantasmas – o que é ridículo.
Aparentemente não há qualquer razão, para não se materializarem no meio de uma parede, no centro da Terra, no espaço, ou até noutro planeta.
Não existe nada de especial na superfície terrestre para que a materialização se tenha que dar aí.

Conclusão: é uma perda de tempo ver o filme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.