A vida é feita de químicos

Uma vida livre de químicos não existe.
A vida é feita de químicos, de substâncias químicas.

Roger Kornberg, vencedor do Prémio Nobel da Química, afirma:

“As pessoas resistem à ideia, mas a vida é só química.
A vida é química: nada mais e nada menos.
(…)
O funcionamento do cérebro é tão pouco compreendido que se tende a associá-lo a significados mágicos ou místicos. Mas quimicamente o cérebro é uma coleção de fios e interruptores. Todos os cérebros humanos são mais ou menos iguais e as pequenas diferenças são resultado de diferentes padrões nos interruptores, baseados em uma combinação da nossa genética e das nossas experiências. Mas, no final, é química, nada mais e nada menos, embora as pessoas resistam à ideia. Muitas pessoas querem associar às suas próprias experiências algum significado especial, como a religião. Mas é química.
(…)
O futuro não terá doenças, porque a vida é química. Quando entendemos as bases químicas das doenças, podemos criar automaticamente estratégias químicas para corrigi-las. Não há dúvida de que isso pode ser aplicado a doenças hereditárias e ao envelhecimento. Obviamente, quando aprendermos a prevenir o envelhecimento, criaremos novos problemas para a sociedade. (…) O facto essencial é que tudo na vida é química e todas as doenças refletem uma distorção da química. Encontraremos meios químicos para corrigi-las. Isso não acontecerá em breve, e talvez não aconteça durante a nossa vida, mas algum dia acontecerá.
(…)
A química está na intersecção entre a física, que são as leis da natureza, e a biologia, que é a sua manifestação. (…)”

Leiam toda a entrevista, no El País, aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.