Google+

Denise Selmo

Pormenores do autor(a)

Nome: Denise Selmo
Data de registo: 20/02/2011
URL: http://astropt.org/blog/colaboradores/

Artigos mais recentes

  1. Telescópio Subaru descobre proto-aglomerado de galáxias primordiais — 26/02/2011
  2. Novo Censo Cósmico sobre Exoplanetas — 20/02/2011
  3. Um grande buraco no espaço — 20/02/2011

Artigos mais comentados

  1. Telescópio Subaru descobre proto-aglomerado de galáxias primordiais — 21 comentários
  2. Novo Censo Cósmico sobre Exoplanetas — 4 comentários

Lista de artigos do autor(a)

Fev 26

Telescópio Subaru descobre proto-aglomerado de galáxias primordiais

Fig 1:Área de proto-aglomerado de galáxias 4C 23.56. Os quadrados vermelhos marcam objetos (em verde) que emitem linhas H-alfa. Uma equipe internacional de pesquisadores liderada por Ichi Tanaka a partir do Observatório Astronômico Nacional do Japão (Naoj) descobriu um aglomerado de galáxias, passando por uma explosão de formação de estrelas, que pode conter a chave para entender como as galáxias se formaram no Universo primordial. O aglomerado está localizado próximo à constelação Vulpecula e está a 11 bilhões de anos-luz de distância (redshift z = 2,5), 2,7 bilhões de anos …

Continue a ler »

Fev 20

Novo Censo Cósmico sobre Exoplanetas

A Associated Press publicou hoje que cientistas estimaram um novo censo cósmico de planetas em nossa galáxia e os números são astronômicos: pelo menos 50 bilhões de planetas na Via Láctea. Pelo menos 500 milhões desses planetas estão na zona não muito quente , não muito fria, onde a vida poderia existir. Os números foram extrapolados a partir dos resultados iniciais do telescópio Kepler da NASA . O chefe de Ciências do Kepler, William Borucki, diz que os cientistas consideraram o número de planetas que eles encontraram no primeiro ano de pesquisas, em uma pequena parte do céu noturno, e em seguida fizeram  uma estimativa sobre a probabilidade de estrelas possuírem planetas. …

Continue a ler »

Fev 20

Um grande buraco no espaço

O telescópio espacial infravermelho Herschel da Esa fez uma descoberta inesperada: um grande buraco no espaço. O buraco tem proporcionado aos astrônomos uma visão surpreendente  do final do processo de formação de estrelas. Uma nuvem de gás brilhante reflexivo conhecido pelos astrônomos como NGC1999 fica ao lado de uma mancha negra no céu. Por quase todo século 20, essas manchas negras eram conhecidas como densas nuvens de poeira e gás que obstruem a passagem da luz. Quando o Herschel olhou em sua direção para estudar as proximidades de estrelas jovens, a nuvem continuou a parecer negra. Mas os olhos de infravermelho do Herschel são projetadas para ver o interior …

Continue a ler »

AstroPT – Informação e Educação Científica is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache