Google+

Luís Lopes

Pormenores do autor(a)

Nome: Luís Lopes
Data de registo: 28/07/2007

Biografia

Luís Lopes é professor no departamento de Ciência de Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Astrónomo amador há mais de 25 anos, interessa-se pela ciência em geral e pela sua divulgação. Acompanha com especial atenção os desenvolvimentos nas áreas de exoplanetas e da evolução estelar. Gosta de estar com a família, de ler um bom livro, de plantar e ver crescer árvores e de passar noites a observar o céu. Também escreve para o AstroPT de vez em quando ;-)

Artigos mais recentes

  1. Radiotelescópio de Arecibo obtém imagens do Núcleo do Cometa Honda-Mrkos-Pajdušáková — 18/02/2017
  2. Veja um Blazar na Ursa Maior! — 06/02/2017
  3. LIGO Impõe Limites ao Tamanho de Montanhas nos Pulsares do Caranguejo e da Vela — 01/02/2017
  4. Astrónomos Usam Lentes Gravitacionais para Medir o Ritmo de Expansão do Universo — 28/01/2017
  5. Explosão Rara na Galáxia NGC 2442 — 21/01/2017

Artigos mais comentados

  1. HAT-P-34b a -38b — 57 comentários
  2. Kepler-11 e Família e Primeiros Candidatos na Zona Habitável — 30 comentários
  3. Novidades da Missão Kepler — 29 comentários
  4. Cinco Planetas em Tau Ceti ? — 21 comentários
  5. Gliese 581g ! — 16 comentários

Lista de artigos do autor(a)

Fev 18

Radiotelescópio de Arecibo obtém imagens do Núcleo do Cometa Honda-Mrkos-Pajdušáková

O cometa 45P/Honda-Mrkos-Pajdušáková (doravante 45P) foi descoberto em Dezembro de 1948 pelos astrónomos Minoru Honda, Antonín Mrkos e L’udmila Pajdušáková. Ao contrário da maioria dos cometas, que têm períodos orbitais de muitos milhares de anos, o 45P completa uma órbita em torno do Sol em apenas 5.3 anos. No seu percurso, o cometa passa entre …

Continue a ler »

Fev 06

Veja um Blazar na Ursa Maior!

Markarian 421 é uma galáxia elíptica activa situada a cerca de 400 milhões de anos-­luz, na constelação da Ursa Maior. É uma das fontes de raios gama extra-galácticas mais brilhantes e uma das poucas que emitem fotões com energias superiores a 1 TeV (1 Tera-electrão Volt, a energia de 1 electrão movendo-se num potencial eléctrico …

Continue a ler »

Fev 01

LIGO Impõe Limites ao Tamanho de Montanhas nos Pulsares do Caranguejo e da Vela

A equipa da experiência LIGO (Laser Interferometer Gravitational Observatory) analisou os dados recolhidos durante as temporadas de observação realizadas até à data com o intuito de identificar a emissão de ondas gravitacionais provenientes de pulsares. Embora não tenham sido detectadas ondas gravitacionais para nenhum dos 200 pulsares estudados, os resultados indicam que o LIGO poderá …

Continue a ler »

Jan 28

Astrónomos Usam Lentes Gravitacionais para Medir o Ritmo de Expansão do Universo

Um grupo de astrónomos liderado por Sherry Suyu, do Max Planck Institute for Astrophysics, usou o telescópio espacial Hubble para obter uma estimativa do valor da constante de Hubble — Ho (lê-se H-zero) — com base em observações de 5 lentes gravitacionais. O valor de Ho determina o ritmo de expansão do Universo e é, por isso, uma das …

Continue a ler »

Jan 21

Explosão Rara na Galáxia NGC 2442

No dia 1 de Dezembro de 2016, o observatório GAIA detectou o aparecimento de uma estrela de magnitude 19.6 nos braços espirais da galáxia NGC 2442, situada a 50 milhões de anos-luz na direcção da constelação do Peixe Voador. Parecia tratar-se de mais uma supernova. A AT2016jbu, como foi designada, continuou a aumentar de brilho …

Continue a ler »

Jan 17

Veja uma das Maiores Estrelas Conhecidas

Trezentas mil vezes mais luminosa e 1400 vezes maior do que o Sol, a super-gigante vermelha VY Canis Majoris é uma das estrelas mais espectaculares da Via Láctea. Se fosse colocada no lugar do Sol, a sua atmosfera difusa estender-se-ia quase até meio caminho entre Júpiter e Saturno! A estrela é tão grande e luminosa …

Continue a ler »

Jan 13

Recordando a Grande Supernova de 1987

Foi há 30 anos. No dia 23 de Fevereiro de 1987, às 7 horas e 35 minutos, tempo universal, três detectores de neutrinos — o Kamiokande II no Japão, o IMB nos Estados Unidos e o Baksan na ex-União Soviética — detectaram no total 24 neutrinos durante um intervalo ligeiramente inferior a 13 segundos. Tratava-se de um fluxo anormal …

Continue a ler »

Jan 11

Observações de Galáxias Primordiais sugerem que as Primeiras Estrelas eram mais Quentes do que as Actuais

Na última década, com a ajuda de alguns dos maiores e mais sofisticados telescópios do mundo, os astrónomos puderam determinar que as galáxias primordiais, ainda em crescimento, formavam estrelas a um ritmo dezenas de vezes superior ao actual, em verdadeiros “baby booms” estelares. Mas parece que estes embriões galácticos não eram diferentes apenas pela quantidade …

Continue a ler »

Jan 06

Descoberta a Origem das Erupções Rápidas de Ondas de Rádio

Uma erupção rápida de ondas de rádio (Fast Radio Burst ou FRB, em inglês) é um fenómeno transiente caracterizado por um pulso intenso de rádio com a duração de apenas alguns mili-segundos. Este tipo de transiente foi detectado pela primeira vez em 2007 em arquivos de observações realizadas em 2001 com o radiotelescópio Parkes, na …

Continue a ler »

Jan 01

À espera do Cometa de Halley

Em 1910, o mundo esperava o retorno do Cometa de Halley, um velho amigo que atravessa a vizinhança do nosso planeta a cada 76 anos. Os cálculos, nessa altura já bastante precisos, indicavam que o Halley atingiria o periélio no dia 20 de Abril e que, um mês mais tarde, a 19 de Maio, passaria …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items

AstroPT – Informação e Educação Científica is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache