Google+

Ruben Barbosa

Pormenores do autor(a)

Nome: Ruben Barbosa
Data de registo: 29/06/2016
URL: http://www.astropt.org/colaboradores/

Biografia

• É licenciado em Engenharia de Sistemas e Informática na Universidade do Minho e mestre em Desenvolvimento curricular pela Astronomia na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. • É astrónomo amador desde 2000 e gosta de divulgar astronomia, • As áreas de Astronomia com maior interesse são a Exoplanetologia, a Radioastronomia e a Cosmologia. • É o autor do Projeto ART, que tem como objetivo a construção de um rádio-telescópio semi-profissional. http://www.radioastrolab.com/pdf/ART_ENG.pdf.

Artigos mais recentes

  1. [ET #13] – Deteção e comunicação com ETs utilizando lentes gravitacionais — 23/06/2017
  2. Rodopio gravitacional no Sextante — 16/06/2017
  3. A fascinante Nebulosa da Lagoa — 09/06/2017
  4. Deteção de Exoplanetas: o problema dos falsos positivos — 02/06/2017
  5. [ET #12 ] – Quantos anos serão necessários para detetarmos uma civilização ET? — 26/05/2017

Artigos mais comentados

  1. [ET #1] – A Procura de Vida Extraterrestre — 21 comentários
  2. Descoberto exoplaneta localizado em zona habitável mesmo aqui ao lado – Proxima Centauri b — 21 comentários
  3. [ET #4] – Estabelecendo contacto ET — 19 comentários
  4. [ET #2] – Estaremos sós no Universo? — 18 comentários
  5. [ET #3] – Considerações sobre a Equação de Drake — 16 comentários

Lista de artigos do autor(a)

Jun 23

[ET #13] – Deteção e comunicação com ETs utilizando lentes gravitacionais

Num sentido geral, a procura de vida extraterrestre inteligente pode ser levada avante através de duas estratégias: a procura com alvo definido ou via levantamento de todo o céu. A primeira estratégia assume que existem várias civilizações e define os alvos a escutar (estrelas próximas e semelhantes ao Sol, de preferência com planetas semelhantes à …

Continue a ler »

Jun 16

Rodopio gravitacional no Sextante

O grupo iTelescope-Portugal voltou a apontar o telescópio T32 do Observatório de Siding Spring, na Austrália, na direção da constelação de Sextante, desta vez para um grupo de galáxias em interação gravitacional. NGC 3169, NGC 3166 e NGC 3165, da esquerda para a direita na imagem anterior, encontram-se a ~75 milhões de anos-luz de distância (possuem …

Continue a ler »

Jun 09

A fascinante Nebulosa da Lagoa

A Nebulosa da Lagoa (Messier 8, NGC 6523) é uma gigantesca nuvem interestelar na constelação de Sagitário, localizada a cerca de 5.200 anos-luz de distância da Terra e cobre uma área de cerca de 140 por 60 anos-luz. De facto, esta área é tão grande que nos permite observar o objeto a olho nú. Como com …

Continue a ler »

Jun 02

Deteção de Exoplanetas: o problema dos falsos positivos

No decurso da análise de dados, detetámos uma curva de luz característica de um trânsito planetário e poderá surgir a questão: “será que o trânsito teve mesmo origem num planeta que orbitou à frente da sua estrela?” Efetivamente, depois de concretizados os parâmetros físicos do trânsito, torna-se necessário efetuar a confirmação por outro método, por …

Continue a ler »

Mai 26

[ET #12 ] – Quantos anos serão necessários para detetarmos uma civilização ET?

Se só muito recentemente começámos a procurar vida ET, fará sentido falar em Paradoxo de Fermi? No artigo anterior abordámos a perspetiva teórica mas agora perguntamos: o que nos dizem os cálculos? Consideremos um cenário hipotético de uma civilização ET equipada com um radiotelescópio semelhante ao de Arecibo (Potência: 2 MW; frequência 1.420 MHz; diâmetro da antena: 300 m; …

Continue a ler »

Mai 19

Eta Carinae, o anúncio de uma supernova titânica

No seu novo trabalho fotográfico, o grupo iTelescope-Portugal apontou o telescópio T32 do Observatório de Siding Spring, na Austrália, para a Nebulosa de Carina (NGC 3372), um local de sentimentos contraditórios, localizado relativamente perto de nós a ~7.500 anos-luz, mas infelizmente visível em boas condições somente a partir do Hemisfério Sul. O seu enorme tamanho …

Continue a ler »

Mai 12

Onde estão as estrelas do aglomerado M12?

Messier 12 (NGC 6218) é um aglomerado globular de estrelas na constelação de Ofiúco e foi descoberto pelo francês Charles Messier em 30 de maio de 1764. O sistema está a cerca de 16.000 anos-luz da Terra e tem um diâmetro aproximado de 75 anos-luz; a sua magnitude aparente é 6,7 e não pode ser …

Continue a ler »

Mai 05

Deteção de Exoplanetas: as missões WASP e Kepler

No que respeita à deteção de exoplanetas, existem 2 experiências de sucesso que merecem ser destacadas, uma feita em Terra (WASP) e outra no espaço (Kepler). A WASP (Wide Angle Search for Planets) é uma iniciativa académica internacional que consistiu numa pesquisa com campo de visão do telescópio (FOV) equivalente a 16 luas alinhadas horizontalmente, …

Continue a ler »

Abr 27

[ET #11] – Por que motivo ainda não encontramos ETi? Paradoxo de Fermi

O tamanho conhecido do Universo e a sua idade de 13,7 mil milhões de anos, sugerem que muitas civilizações ET com capacidade tecnológica deveriam existir. Contudo, esta hipótese parece inconsistente com a falta de evidência observacional para suportá-la. Este conflito entre o argumento de probabilidade/escala versus evidências é conhecido por Paradoxo de Fermi. Para tentar …

Continue a ler »

Abr 20

O esplendor da Galáxia Cata-vento do Sul

Depois de um passeio pela elegante teia cósmica da Nebulosa da Tarântula, o grupo iTelescope-Portugal decidiu visitar a deslumbrante galáxia Cata-vento do Sul. Este é o nosso 7º trabalho. A galáxia Cata-vento do Sul (M83, NGC 5236 ou Galáxia dos Mil Rubis) é uma espiral barrada localizada a aproximadamente 15 milhões de anos-luz de distância, …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items