Google+

Sérgio Sancevero

Pormenores do autor(a)

Nome: Sérgio Sancevero
Data de registo: 07/08/2011
URL: http://astropt.org/blog/colaboradores/

Biografia

Formado em Geofísica pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Engenharia do Petróleo pela Universidade de Campinas (UNICAMP), e Doutor em Geociências também pela Universidade de Campinas (UNICAMP). Divulgador de Astronomia no SpaceToday.

Artigos mais recentes

  1. Vamos observar um Buraco Negro — 21/02/2017
  2. Winston Churchill e seu ensaio sobre Vida no Universo — 21/02/2017
  3. Supernova é estudada 3 horas depois de ser detectada — 21/02/2017
  4. As Galáxias Mais Apagadas do Universo Primordial — 21/02/2017
  5. A primeira Explosão Nuclear e a Origem da Lua — 10/02/2017

Artigos mais comentados

  1. O que são Plutinos? — 7 comentários
  2. Buraco Negro Monstruoso em local improvável — 6 comentários
  3. A Música das Estrelas — 6 comentários
  4. Hubble estuda pela primeira vez atmosfera de exoplanetas do tamanho da Terra — 6 comentários
  5. Será o chamado Planeta 9 um exoplaneta no nosso Sistema Solar? — 5 comentários

Lista de artigos do autor(a)

Fev 21

Vamos observar um Buraco Negro

É possível fotografar um buraco negro? Óbvio que fotografar o interior de um buraco negro, ou o que acontece além do horizonte de eventos, é impossível, pois a partir do horizonte de eventos, nada consegue escapar, nem mesmo a luz. Mas fotografar até ao horizonte de eventos é possível. Porém, para realizar esse feito, seria …

Continue a ler »

Fev 21

Winston Churchill e seu ensaio sobre Vida no Universo

Winston Churchill foi o primeiro ministro inglês durante os anos de 1940 a 1945 e depois novamente entre 1951 e 1955. Churchill é reconhecido como um grande político, um homem de estado, um dos responsáveis por ter começado a destruir o exército alemão na segunda guerra mundial ajudando as tropas aliadas, principalmente no ataque da …

Continue a ler »

Fev 21

Supernova é estudada 3 horas depois de ser detectada

Quando uma estrela tem no mínimo 8 vezes a massa do Sol, o final da sua vida se dá numa explosão cataclísmica chamada de supernova. Os astrônomos conhecem bem o mecanismo de geração de uma supernova; conseguem estudar e detectar essas explosões. Porém, pelo facto de serem eventos imprevisíveis, os astrônomos só conseguem observar a …

Continue a ler »

Fev 21

As Galáxias Mais Apagadas do Universo Primordial

Estudar os primeiros anos de vida do universo é um grande desafio para os astrônomos. É preciso olhar para um período muito distante no passado, usando a limitação que é a tecnologia atual. Entre as fases iniciais do universo, existe uma que chama grande atenção dos pesquisadores: a Época da Reionização. Nessa época, a radiação …

Continue a ler »

Fev 10

A primeira Explosão Nuclear e a Origem da Lua

Os astrônomos, como investigadores de um crime, vão atrás de evidências, sejam elas na Terra ou no espaço. Esta descoberta sugere mais evidências para o modelo da Colisão com Teia. Recentemente um estudo feito no local da explosão do primeiro teste de uma bomba nuclear ajudou os cientistas a tentarem perceberem como a Lua se …

Continue a ler »

Fev 10

O Júpiter Morno menos massivo até hoje

Existe um grupo de exoplanetas chamados de Júpiter Mornos (Warm Jupiter). Eles são exoplanetas com massa mínima equivalente a 0.3 vezes a massa de Júpiter e com períodos orbitais entre 10 e 100 dias. Esse tipo de exoplaneta marca a transição entre os Júpiter Quentes com período orbital entre 1 e 10 dias e os …

Continue a ler »

Fev 07

Banquete de mais de 10 anos

Os buracos negros supermassivos no centro das galáxias se alimentam. A matéria que passa perto do buraco negro, se passar pelo horizonte de eventos, só tem um destino que é o fundo do buraco, se é que existe um fundo. Um evento característico que mostra um buraco negro se alimentando é conhecido como Evento de …

Continue a ler »

Fev 06

Os Redemoinhos da Calota Polar de Marte

Nesse vídeo vamos passear a bordo da sonda Mars Express e conhecer de perto os redemoinhos da calota polar norte do Planeta Vermelho. As imagens são espetaculares, e além da calota, dos redemoinhos que são formados por forte ventos que atingem a região e seguem a força de coriolis, é possível ver também um grande …

Continue a ler »

Fev 03

Vortex: a revolução no estudo de exoplanetas

O desenvolvimento tecnológico aliado com o desenvolvimento de técnicas de processamento de dados permitirá observar directamente cada vez mais exoplanetas. Um instrumento revolucionário instalado na câmera NIRC 2 do Observatório Keck no Hawai, entregou seus primeiros resultados e são resultados surpreendentes. O instrumento se chama Coronógrafo Vortex e permite que os cientistas observem as regiões …

Continue a ler »

Fev 01

Os Blazars mais extremos do Universo

A maior parte das galáxias possuem no seu centro um buraco negro supermassivo. Esse buraco negro costuma ter de milhões a bilhões de vezes a massa do nosso Sol. Em muitas galáxias, esses buracos negros se alimentando, consumindo matéria ao redor. Quando isso acontece, isto é quando se encontra um núcleo de uma galáxia com …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items