Google+

Arquivo por Categoria: Anãs Castanhas

Posts sobre Anãs Castanhas.

Jul 23

Milhares de milhões de novos vizinhos?

Os objetos aos quais os astrónomos chamam anãs castanhas/ marrons encontram-se entre a definição de planeta e estrela. Tratam-se de bolas de gás com mais massa que um planeta mas não com massa suficiente para sustentarem a fusão estável de hidrogénio, como acontece numa estrela. Uma vez que emitem pouca radiação visível, apenas foram descobertas …

Continue a ler »

Jun 19

Uma anã marrom orbitando uma estrela anã branca

As estrelas pouco maciças acabam alcançando a velhice e tornando-se anãs brancas. E algumas nem sequer são afortunadas o suficiente para nascer, tornando-se uma classe de estrelas fracassadas, conhecidas como anãs marrons. © ESO (ilustração de uma anã marrom orbitando uma estrela anã branca) Os astrônomos apesar de estarem familiarizados com estes objetos, certamente não …

Continue a ler »

Jun 15

Descoberta Anã Marrom/Castanha orbitando Anã Branca

Quando o telescópio espacial Kepler observa a curva de luz de uma estrela e nota uma queda de brilho, essa queda pode ser causada por vários fatores. Os astrônomos querem identificar exoplanetas. Mas também querem conhecer outros objetos que chamam a atenção, como as anãs marrons/castanhas. E foi isso que aconteceu recentemente. Apesar de que …

Continue a ler »

Jun 09

Voluntários descobrem anã marrom/castanha

Usando o projeto de ciência cidadã, ligado ao Zoouniverse, pesquisadores voluntários de todo o mundo descobriram uma anã marrom/castanha com uma temperatura centenas de graus mais quente que Júpiter e localizada a aproximadamente 100 anos-luz de distância do Sol. Fontes: Phys.org , Artigo Científico

Jun 06

Dança celestial

Esta imagem é feita com 12 imagens diferentes feitas pelo Telescópio Espacial Hubble durante 3 anos. Esta série de pontos mostra a “dança” gravitacional entre duas anãs castanhas/marrons. Este sistema binário chama-se Luhman 16AB. Encontra-se a somente 6 anos-luz de distância da Terra. Apesar da sua proximidade, este sistema foi descoberto somente em 2013, pelo …

Continue a ler »

Abr 08

A Anã Marrom/Castanha mais pura e mais massiva conhecida

Os astrônomos detectaram a anã marrom/castanha mais massiva e mais pura conhecida até hoje. Ela é conhecida como SDSS J0104+1535. É 90 vezes mais massiva que Júpiter e 250 vezes mais pura que o Sol, sendo composta em 99.99% por hidrogênio e hélio – mostrando também que é bastante antiga (formou-se há 10 bilhões de …

Continue a ler »

Mar 28

Planeta rochoso em sistema binário?

Um grupo de astrônomos descobriu o que podem ser resquícios de um planeta rochoso ao redor de um sistema binário de estrelas. Isto é inédito, pois até agora só planetas gasosos haviam sido descobertos nesse tipo de sistema. O sistema estelar se chama SDSS 1557 e é composto por uma anã branca e por uma …

Continue a ler »

Fev 03

Vortex: a revolução no estudo de exoplanetas

O desenvolvimento tecnológico aliado com o desenvolvimento de técnicas de processamento de dados permitirá observar directamente cada vez mais exoplanetas. Um instrumento revolucionário instalado na câmera NIRC 2 do Observatório Keck no Hawai, entregou seus primeiros resultados e são resultados surpreendentes. O instrumento se chama Coronógrafo Vortex e permite que os cientistas observem as regiões …

Continue a ler »

Dez 04

Anã Marrom / Castanha descoberta usando evento de Microlente Gravitacional

As anãs marrons/castanhas são consideradas pelos astrônomos como sendo o elo perdido entre os planetas e as estrelas. São objetos que têm uma massa 80 vezes superior à massa de Júpiter, mas seus núcleos não são quentes/densos o suficiente para gerar energia através da fusão nuclear, como acontece com as estrelas. Uma curiosidade sobre as …

Continue a ler »

Nov 24

Um Campo de Anãs Marrons/Castanhas

As anãs marrons/castanhas intrigam os astrônomos. Estes objetos são menores do que as estrelas e maiores que os planetas. Muitos as chamam de estrelas que falharam. Como elas são muito pequenas para sustentar o processo de fusão do hidrogênio, depois de se formarem elas esfriam lentamente e se apagam. Elas fascinam e intrigam os astrônomos …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items