Category: Enxames

Enxames Estelares

Fev 07

Girinos Cósmicos de IC 410

Nesta imagem da nebulosa de emissão IC 410, vêem-se dois “girinos” aparentemente em “direção” ao NGC 1893, um aglomerado de jovens estrelas (com apenas 4 milhões de anos). Na verdade, os “girinos” com cerca de 10 anos-luz de comprimento são casulos (formados por poeira e gás mais denso e frio) de formação de estrelas, esculpidos …

Continue reading

Fev 07

Cometa azul nas Hiades

Nesta imagem vemos as estrelas do aglomerado estelar aberto das Hiades, na direção da constelação de Touro. Na secção superior esquerda é visível o cometa azulado C/2016 R2 PanSTARRS. No canto inferior direito está a brilhante estrela Aldebaran, uma estrela gigante vermelha. As estrelas das Hiades encontram-se a cerca de 151 anos-luz de distância da …

Continue reading

Jan 18

Comportamento estranho de estrela revela buraco negro solitário em enxame estelar gigante

Com o auxílio do instrumento MUSE do ESO, montado no Very Large Telescope no Chile, os astrónomos descobriram uma estrela no enxame NGC 3201 a comportar-se de forma muito estranha. A estrela parece orbitar um buraco negro invisível com cerca de quatro vezes a massa do Sol — o primeiro buraco negro inativo de massa …

Continue reading

Dez 18

Messier 79

O Telescópio Espacial Hubble fez esta imagem do Aglomerado Globular de Estrelas conhecido como Messier 79, ou M79, que se encontra a cerca de 41 mil anos-luz de distância da Terra, na direção da constelação da Lebre (Lepus). M79 contém cerca de 150.000 estrelas compactadas num espaço relativamente “pequeno”, com um volume de somente 118 …

Continue reading

Nov 15

A rosa da Carolina

NGC 7789 é um aglomerado estelar aberto, que se encontra a cerca de 8000 anos-luz de distância da Terra, na direção da constelação de Cassiopeia. Este objeto que se parece com uma flor, foi descoberto pela astrónoma Caroline Herschel em 1783. Daí ser chamado de “Rosa da Carolina”. É um aglomerado jovem, com somente 1,6 …

Continue reading

Nov 14

Pleiades

Pleiades é o mais brilhante aglomerado aberto de estrelas no céu do hemisfério norte. Uma jovem nuvem de gás e poeira com formação estelar chamada Gould’s Belt (Anel/Cintura de Gould) está a passar perto das Pleiades, na sua órbita pela Via Láctea. Nessa sua órbita, nos últimos 100 mil anos tem estado perto das Pleiades. …

Continue reading

Nov 05

Messier 5

O Telescópio Espacial Hubble fez esta imagem da região central de M5, um aglomerado globular com mais de 100 mil estrelas, que se encontra a cerca de 25 mil anos-luz de distância da Terra. M5 é um dos mais antigos aglomerados globulares da Via Láctea. Curiosamente, no século 18, o astrónomo Charles Messier caracterizou este …

Continue reading

Out 10

NGC 362

Esta imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble mostra o jovem aglomerado globular NGC 362. Se o nosso Sol estivesse no centro deste enxame estelar, o nosso céu “noturno” seria super-brilhante. Centenas de estrelas brilhariam mais que Sirius, e em diferentes cores. Potenciais habitantes de um planeta em órbita desse sol teriam um céu tão brilhante …

Continue reading

Jul 21

Gabriela Mistral na Nebulosa de Carina

NGC 3324 é um aglomerado aberto intimamente associado à nebulosa de emissão IC 2599, localizado a cerca de 7.200 anos-luz e que faz parte da Nebulosa de Carina. Os dois objetos são muitas vezes confundidos como um único mas juntos são conhecidos por Nebulosa Gabriela Mistral devido à enorme semelhança com a poetiza chilena agraciada …

Continue reading

Jul 11

Omega Centauri

Esta é a maior bola de estrelas na nossa Galáxia. Omega Centauri (também conhecido como NGC 5139) é um aglomerado globular de estrelas, com cerca de 10 milhões de estrelas, que se encontra no halo da Via Láctea, a 15 mil anos-luz de distância da Terra, na direção da constelação do Centauro. Ao contrário da …

Continue reading

Load more