Google+

Arquivo por Categoria: Nebulosas

Posts com nebulosas.

Abr 19

Nebulosa Planetária da Aranha Vermelha

Uma nebulosa planetária forma-se quando uma estrela pouco maciça, como o Sol, após passar pela fase de gigante vermelha, se contrai rapidamente tornando-se uma anã branca e deixando as suas camadas/gases exteriores ejetados no espaço. Esta nebulosa planetária, denominada oficialmente NGC 6537 e conhecida popularmente como Aranha Vermelha, contém no seu centro uma das anãs …

Continue a ler »

Abr 03

O Covil de Eta Carinae

A Nebulosa de Carina, também conhecida por NGC 3372, faz parte de um gigantesco complexo de formação estelar situado a cerca de 7500 anos-luz, na direcção da constelação austral homónima. É sem dúvida a mais espectacular nebulosa visível a partir da Terra mas, infelizmente, só é observável a partir de latitudes meridionais. Provavelmente por este …

Continue a ler »

Abr 02

Nebulosas poeirentas e jovens estrelas

Esta tapeçaria de nebulosas poeirentas encontra-se na Nuvem Molecular do Touro, que se encontra a “somente” 450 anos-luz de distância. Esta cena cósmica é um berçário estelar, já que nas nuvens moleculares e nas nebulosas poeirentas, formam-se estrelas. Na verdade, veem-se algumas jovens estrelas T Tauri, ainda imbuídas nas nuvens em que nasceram. Estas estrelas …

Continue a ler »

Mar 30

A Nebulosa Pata do Gato

NGC 6334, também conhecida pela nebulosa Pata do Gato devido às três bolhas de gás na parte esquerda da imagem fazerem lembrar as almofadas das suas patas, é uma vasta região de formação de estrelas massivas na nossa galáxia, localizada na direção da constelação de Escorpião (hemisfério Sul), a cerca de 5.500 anos-luz de distância …

Continue a ler »

Mar 25

Cometa, Galáxia e Mocho

Na imagem vê-se o cometa esverdeado 41P/Tuttle-Giacobini-Kresak, que tem um período orbital de 5,4 anos. Também se vê a galáxia espiral Messier 108, que se encontra a 45 milhões de anos-luz de distância. Por fim, na imagem também aparece a nebulosa planetária Messier 97, que se parece com um mocho/coruja. Fonte: APOD

Mar 24

SH2-155: a Nebulosa da Caverna

Na imagem vê-se a Nebulosa da Caverna, oficialmente conhecida como Sh2-155, a brilhar com cor vermelha devido aos átomos ionizados de hidrogénio. Esta nebulosa encontra-se a cerca de 2400 anos-luz de distância. Esta caverna cósmica tem um comprimento de 10 anos-luz. Fonte: APOD

Mar 23

Nebulosa de Orion com estrelas velozes e planetas-orfãos

Na Nebulosa de Orion está o aglomerado estelar do Trapézio, reconhecido pelas quatro estrelas brilhantes no centro da imagem. As jovens estrelas do Trapézio e os seus arredores mostram que a Nebulosa de Orion é uma das áreas mais ativas de formação estelar na Via Láctea. Na Nebulosa de Orion, as inúmeras interações gravitacionais e …

Continue a ler »

Mar 23

No centro do Cisne

No centro da constelação do Cisne, encontra-se esta bela nuvem de gás hidrogénio brilhante. Para cima e para a esquerda do centro da imagem, encontra-se a estrela supergigante Gamma Cygni (Sadr), que se encontra a cerca de 1.800 anos-luz de distância. À esquerda de Gamma Cygni, está a Nebulosa da Borboleta. Em baixo à direita, …

Continue a ler »

Mar 21

A Estrela Mais Brilhante da Espada de Orionte “Bate Como um Coração”

Num destes dias, no início da noite, olhe com atenção para a figura imponente da constelação de Orionte. Por debaixo das “Três Marias”, as três estrelas que formam o cinturão de Orionte, poderá ver um pequeno grupo de três estrelas menos brilhantes, na vertical, que marcam a espada do gigante mitológico. A “estrela” central deste …

Continue a ler »

Mar 17

Nebulosa do Cone

O Telescópio Espacial Hubble fez esta imagem da Nebulosa do Cone, que se encontra a cerca de 2.500 anos-luz de distância. O cone tem um comprimento de 7 anos-luz. O topo do cone tem um diâmetro de 2,5 anos-luz: um pouco mais de metade da distância entre o Sol e Proxima Centauri. Estrelas estão-se a …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items