Category: Lua

Posts relacionados com a nossa Lua, como objecto celeste, em termos físicos. Sobre a Lua, e não sobre nós irmos lá.

Nascer do Sol em Copérnico

Os picos centrais de Copérnico numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Apesar da sua idade (cerca de 860 milhões de anos), Copérnico exibe ainda muitas das características morfológicas típicas das jovens crateras lunares formadas durante o período Copernicano (o mais recente na coluna estratigráfica lunar). As suas vertentes interiores …

Continue reading

Lua poderá ter albergado no passado condições favoráveis à vida

A Lua numa imagem obtida pelos astronautas da missão Apollo 17. Crédito: NASA/Emily Lakdawalla. Embora a Lua seja atualmente um local inóspito para a vida tal como a conhecemos, é possível que num passado distante as condições ambientais na sua superfície tenham sido suficientemente amenas para sustentarem formas de vida microscópica simples. De acordo com …

Continue reading

Espetacular panorama sobre a cratera Aristarco

A cratera Aristarco vista pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito:NASA/GSFC/Arizona State University. Aristarco é uma das formações mais brilhantes da superfície lunar. Localizada na fronteira entre o planalto de Aristarco e as planícies basálticas de Oceanus Procellarum, esta jovem cratera exibe nas suas paredes uma variedade impressionante de tipos de rocha. Parte dessa diversidade é …

Continue reading

Lua nadadora

Esta montagem de fotografias mostra um objeto cósmico familiar, a Lua, de modo muito pouco familiar. O Embaixador Fotográfico do ESO Petr Horálek capturou este conjunto de imagens aquando da sua visita ao Observatório do Paranal do ESO, no Chile, onde o céu se apresenta notavelmente límpido. Petr fotografou este Pôr de Lua avermelhado com …

Continue reading

A grande rocha na cratera Tycho

A cratera Tycho na Lua é uma das crateras mais facilmente visíveis a partir da Terra. Perto do seu centro está uma curiosa rocha/pedregulho. É uma enorme rocha com 120 metros de diâmetro. Nesta imagem feita pela Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) é possível ver a enorme rocha. A hipótese mais provável para a sua origem …

Continue reading

Água na Lua?

Será que tem água na Lua? Dados de sondas são analisados, amostras de rochas são pesquisadas e algumas conclusões são tiradas. Hoje se sabe que em algumas crateras que ficam permanentemente nas sombras, existe gelo de água. Além disso, outras pesquisas já mostraram que de alguma forma deve existir água na subsuperfície da Lua, em …

Continue reading

Halo Lunar sobre um círculo de pedras

No passado, este fenómeno teria certamente um forte significado religioso. Hoje, sabemos que nada de sobrenatural se passa. Halos Lunares são relativamente comuns, se frequentemente estivermos atentos à Lua. Eles devem-se a nuvens finas de alta altitude contendo milhões de pequeníssimos cristais de gelo, que agem como mini-lentes. A sua forma alongada hexagonal refrata a …

Continue reading

Mais cortes na NASA

A Administração Trump continua a apostar no espaço… fechado entre as paredes da Casa Branca. Porque a exploração espacial está a ser fortemente atacada. Após ter a NASA sem administrador durante mais de um ano, Trump decidiu nomear como administrador da NASA o político Jim Bridenstine, uma pessoa que tem adotado posições anti-ciência. Alguns projetos …

Continue reading

Novo modelo explica o antigo Campo Magnético Lunar

Atualmente a Lua, o nosso satélite, não tem campo magnético nem atmosfera. No passado, ela já deve ter tido uma atmosfera. E campo magnético? Há cerca de 4 bilhões de anos atrás, a Lua tinha um campo magnético. Esse campo magnético era tão intenso como o da Terra! Mas como um objeto do tamanho da …

Continue reading

Conheça as Planícies Brilhantes da Lua

A imagem principal desse post é um frame capturado do vídeo abaixo, que mostra o primeiro mapa globalmente consistente das planícies brilhantes da Lua. As planícies brilhantes são mostradas em verde. Mas o que são planícies brilhantes? Elas são depósitos parecidos com os mares, suaves e planos, que têm um albedo maior, ou seja, uma …

Continue reading

Load more