Tag: falácias

Exemplos de Falácias

Exemplos de 12 falácias:

Asimov: A Ameaça do Criacionismo

Na revista do jornal New York Times, de 14 de Junho de 1981, Isaac Asimov escreveu um excelente texto intitulado: A Ameaça do Criacionismo. Esse texto foi publicado em 1984 no livro de Ashley Montagu intitulado: Science and Creationism (páginas 182-193). Podem ler o texto, aqui. Não sei quem fez a tradução, mas aqui fica …

Continue a ler

24 falácias lógicas

Quando alguém está errado na sua argumentação, muitas vezes está a cometer uma falácia lógica, uma falha no seu raciocínio. As falácias lógicas podem ser também consideradas como um truque ou uma ilusão do pensamento e são muitas vezes usadas com mestria como artimanha para o engano. Esta temática já aqui foi abordada antes. Vale …

Continue a ler

Correlação não implica necessariamente causalidade

A confusão entre a correlação e causalidade está na base de muitas confusões e concepções erradas de que aqui falamos no blog. Daí que se torna imperativo falar sobre este assunto em maior profundidade. Os nossos cérebros são autênticas máquinas de reconhecimento de padrões, mas este processo está longe de ser perfeito, o que resulta …

Continue a ler

Evidência Anedótica II – razões para duvidarmos até de nós próprios.

Este post é a continuação do post anterior (1)  sobre evidencia anedótica onde tentei por em relevo tudo o que seria considerado real se levássemos a evidencia anedótica a sério. Agora vou apenas procurar explicar porque é que a evidencia anedótica, (evidencia com origem não metódica – frequentemente correspondendo a  relatos e histórinhas pessoais) é …

Continue a ler

Evidência Anedótica.

Evidência anedótica é o tipo de prova irreprodutivel, intestável, de amostra pequena, muitas vezes aquirida na terceira pessoa (“diz que disse”, mas pode ser na primeira também) e de modo não sistemático. É considerado cientificamente a forma mais fraca de evidência que há, embora seja a forma mais forte de evidencia que há num tribunal (e até à …

Continue a ler

Abertura à discussão.

É preciso separar a discussão de ideias da discussão de carácter pessoal. A discussão de ideias não deve ser considerada pessoal. Ataques ao carácter e personalidade são uma coisa. Ataques às ideias são outra. Ainda que nós as chamemos carinhosamente “nossas”, elas são quase de certeza apenas adoptadas. E mesmo que sejam nossas de raiz, …

Continue a ler

Apelo à popularidade e apelo à antiguidade.

A falácia ad populum é o recurso à menção ao número elevado de pessoas que acreditam numa coisa para demonstrar a sua veracidade. A falácia ad antiquitatem é o argumento pela antiguidade, a tentativa de demonstrar que algo é verdade só porque é antigo. Caem nesta designação os apelos à tradição como argumento. Adicionalmente, é …

Continue a ler

Falácias

O debate e a discussão aberta são imprescindíveis onde quer que se pretenda criar soluções e conhecimento. É a única maneira de poder usar os esforços individuais de uma forma consistente e tirar o maior partido da colectividade. Não é fácil. Mas há coisas que se podem aprender. Muitos erros são feitos por acaso, por …

Continue a ler