Google+

Arquivo de Tags: Grupo iTelescope – Portugal

Jul 21

Gabriela Mistral na Nebulosa de Carina

NGC 3324 é um aglomerado aberto intimamente associado à nebulosa de emissão IC 2599, localizado a cerca de 7.200 anos-luz e que faz parte da Nebulosa de Carina. Os dois objetos são muitas vezes confundidos como um único mas juntos são conhecidos por Nebulosa Gabriela Mistral devido à enorme semelhança com a poetiza chilena agraciada …

Continue a ler »

Jun 16

Rodopio gravitacional no Sextante

O grupo iTelescope-Portugal voltou a apontar o telescópio T32 do Observatório de Siding Spring, na Austrália, na direção da constelação de Sextante, desta vez para um grupo de galáxias em interação gravitacional. NGC 3169, NGC 3166 e NGC 3165, da esquerda para a direita na imagem anterior, encontram-se a ~75 milhões de anos-luz de distância (possuem …

Continue a ler »

Mai 19

Eta Carinae, o anúncio de uma supernova titânica

No seu novo trabalho fotográfico, o grupo iTelescope-Portugal apontou o telescópio T32 do Observatório de Siding Spring, na Austrália, para a Nebulosa de Carina (NGC 3372), um local de sentimentos contraditórios, localizado relativamente perto de nós a ~7.500 anos-luz, mas infelizmente visível em boas condições somente a partir do Hemisfério Sul. O seu enorme tamanho …

Continue a ler »

Abr 20

O esplendor da Galáxia Cata-vento do Sul

Depois de um passeio pela elegante teia cósmica da Nebulosa da Tarântula, o grupo iTelescope-Portugal decidiu visitar a deslumbrante galáxia Cata-vento do Sul. Este é o nosso 7º trabalho. A galáxia Cata-vento do Sul (M83, NGC 5236 ou Galáxia dos Mil Rubis) é uma espiral barrada localizada a aproximadamente 15 milhões de anos-luz de distância, …

Continue a ler »

Mar 30

A Nebulosa Pata do Gato

NGC 6334, também conhecida pela nebulosa Pata do Gato devido às três bolhas de gás na parte esquerda da imagem fazerem lembrar as almofadas das suas patas, é uma vasta região de formação de estrelas massivas na nossa galáxia, localizada na direção da constelação de Escorpião (hemisfério Sul), a cerca de 5.500 anos-luz de distância …

Continue a ler »

Mar 16

A Nebulosa da Tarântula: deslumbre e violência cósmica

No seu 6º trabalho, o grupo iTelescope-Portugal decidiu explorar uma teia. Também conhecida como 30 Doradus ou NGC 2070, a Nebulosa da Tarântula, assim chamada por se assemelhar a uma teia gigante, é uma região HII com cerca de 1.000 anos-luz de comprimento, localizada na Grande Nuvem de Magalhães, uma pequena galáxia satélite da Via …

Continue a ler »

Fev 09

NGC 346 – Um berçário estelar na Pequena Nuvem de Magalhães

NGC 346 foi o alvo selecionado pelo grupo iTelescope – Portugal para o seu 5º trabalho. A cerca de 200.000 anos-luz de distância da Terra, na direção da constelação de Tucana, surge este magnífico aglomerado aberto pertencente à Pequena Nuvem de Magalhães, uma galáxia irregular que se encontra bastante distorcida devido à interação gravitacional com …

Continue a ler »

Dez 19

Um breve olhar pelo aglomerado de galáxias da Fornalha

O aglomerado de galáxias da Fornalha foi o destino escolhido pelo Grupo iTelescope – Portugal para o seu 4º trabalho. Localiza-se a cerca de 65 milhões de anos-luz, no Hemisfério Sul e é o segundo enxame galático mais próximo da Terra. Devido a essa proximidade, é aqui que os astrónomos têm procurado respostas quanto à …

Continue a ler »

Out 19

Supernova AT2016gkg: um pormenor de requinte na NGC 613

A NGC 613 é uma galáxia espiral barrada localizada a cerca de 67 milhões de anos-luz de distância na direção da constelação do Escultor. Cerca de 70% das galáxias espirais apresentam um núcleo barrado semelhante ao que pensamos existir na Via Láctea. Observações recentes sugerem a existência de um buraco negro supermassivo ativo no núcleo …

Continue a ler »

Set 19

A nebulosa da Lagosta: um berçário estelar

O grupo iTelescope – Portugal está de regresso com o segundo trabalho, novamente incidindo sobre um objeto do hemisfério sul, a Nebulosa da Lagosta, NGC 6357. Esta bonita nebulosa é um berçário estelar, localiza-se na Constelação do Escorpião, tem aproximadamente 60 minutos de arco de diâmetro e é constituída por regiões HII, estrelas de elevada massa (O …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items