Tag: Lunar Reconnaissance Orbiter

Jan 12

No centro da cratera Jackson

O pico central da cratera Jackson numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Esta espantosa imagem da cratera Jackson (lado mais distante da Lua) foi obtida recentemente pelo sistema de imagem de alta resolução da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, quando o Sol se encontrava diretamente sobre a região, com um …

Continue reading

Nov 25

Montes Zeeman

Os montes Zeeman numa imagem captada pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. As cadeias montanhosas que hoje vemos na superfície terrestre foram edificadas ao longo de milhões de anos pela lenta deformação da litosfera continental, produzida por colisões entre placas tectónicas. Na Lua, a formação de estruturas montanhosas é um fenómeno muito …

Continue reading

Jul 16

Cratera secundária em Mare Australe

Uma cratera alongada numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, a 26 de agosto de 2012. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. A imagem de cima mostra uma cratera alongada localizada em Mare Australe, no hemisfério sul da Lua. Com aproximadamente 5 km de comprimento, esta cratera faz parte de um aglomerado de pequenas crateras secundárias …

Continue reading

Mai 09

Espetacular panorama sobre a cratera Tycho

A cratera Tycho vista pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/ASU/Arizona State University. Tycho é uma cratera lunar com aproximadamente 86 km de diâmetro e uma profundidade de 4,8 km. É interessante pensar que esta gigantesca estrutura foi esculpida na superfície da Lua em apenas alguns minutos! Imaginem o que seria apreciar tal fenómeno a …

Continue reading

Ago 31

Sobrevoando os picos dos Montes Rook

Montes Rook, na orla setentrional de Mare Orientale. Imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, a 01 de julho de 2016, a uma altitude de 79,3 km. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Esta imagem mostra uma pequena fração de Montes Rook, duas cadeias montanhosas em forma de anel que rodeiam a planície basáltica de Mare Orientale. …

Continue reading

Jul 16

Sobrevoando o complexo vulcânico de Compton-Belkovich

Pequena porção do complexo vulcânico de Compton-Belkovich numa imagem recentemente obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, a uma altitude de 52 km. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Um dos primeiros resultados da missão Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) foi a descoberta de um pequeno complexo vulcânico félsico, com aproximadamente 35 km de comprimento por 25 km de …

Continue reading

Mar 21

Uma flor na Lua

Vista oblíqua sobre a cratera Chappy. Imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. A belíssima estrutura visível na imagem de cima foi criada pelo impacto de um objeto na orla oriental da cratera Chaplygin, no hemisfério da Lua mais distante da Terra. Tipicamente, os asteroides e cometas atingem a superfície lunar …

Continue reading

Mar 07

A magnífica paisagem de Antoniadi

O chão e a orla leste da cratera Antoniadi numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, a  02 de fevereiro de 2014. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Antoniadi é uma cratera lunar com cerca de 144 km de diâmetro, localizada no interior da gigantesca bacia de impacto de Polo Sul-Aitken, no hemisfério lunar mais distante …

Continue reading

Out 17

Lua teve erupções vulcânicas num passado muito recente

Depósitos vulcânicos recentes nas proximidades da cratera Maskelyne. Imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Foi há mais de 3 mil milhões de anos que violentas erupções vulcânicas criaram as vastas planícies basálticas, facilmente reconhecíveis a olho nu no lado da Lua mais próximo da Terra. Dados estratigráficos sugerem, no entanto, …

Continue reading

Out 03

Marte… tão perto, tão longe

Marte e a Terra vistos da órbita lunar. A imagem foi obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter a 24 de maio de 2014. São visíveis no nosso planeta o Oceano Atlântico, os continentes europeu e africano, e a península arábica. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University/Sérgio Paulino (anotação). Marte surge como uma pequena orbe brilhante, logo acima …

Continue reading

Load more