Google+

Arquivo de Tags: Missão Dawn

Nov 12

Descobertas novas evidências de atividade geológica recente na superfície de Ceres

Perspetiva sobre Ahuna Mons, uma montanha misteriosa localizada no hemisfério sul de Ceres. Crédito: NASA/JPL/Missão Dawn. Uma doma vulcânica com 4 km de altitude e 17 km de largura, uma fina atmosfera temporária, gelo de água e filossilicatos expostos na superfície de Ceres! Estas são apenas quatro das mais recentes descobertas da missão Dawn divulgadas …

Continue a ler »

Ago 21

Sobrevoando a planície das vindimas

Terrenos pejados de crateras no interior de Vendimia Planitia, na superfície de Ceres. Composição construída com duas imagens obtidas pela sonda Dawn, a 30 de maio de 2016. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA/Sérgio Paulino. Esta composição mostra uma pequena fração do interior de Vendimia Planitia, uma antiga depressão com cerca de 800 km de diâmetro e 3 a …

Continue a ler »

Jul 27

Onde estão as grandes crateras de impacto de Ceres?

Mapa topográfico de Ceres mostrando a localização de Kerwan, uma cratera com 280 km de diâmetro, e de Vendimia Planitia, uma gigantesca depressão com 800 km de diâmetro e cerca de 4 km de profundidade. Crédito: SwRI/Simone Marchi. Ceres é o maior objeto da Cintura de Asteroides, uma região tumultuosa encaixada entre as órbitas de …

Continue a ler »

Jul 02

Manchas brilhantes de Ceres poderão ser vestígios de atividade hidrotermal recente

Deteção de carbonatos no interior da cratera Occator. A área assinalada a vermelho indica os locais com maior concentração destes sais. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA/ASI/INAF. Foi finalmente revelado o mistério da cratera Occator! De acordo com um novo estudo publicado esta semana na revista Nature, as enigmáticas manchas brilhantes localizadas no centro da cratera são, na verdade, …

Continue a ler »

Jun 25

As misteriosas manchas de Occator

O interior da cratera Occator, na superfície de Ceres. Imagem obtida pela sonda Dawn, a 26 de março de 2016 (resolução aproximada: 35 metros/píxel). Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA. Podemos ver nesta imagem as icónicas manchas brilhantes da cratera Occator. Os cientistas pensam que estes materiais são provavelmente depósitos salinos abandonados pela sublimação de fluídos com elevadas concentrações …

Continue a ler »

Abr 29

Um terceiro destino para a sonda Dawn?

Após explorar com sucesso o asteroide Vesta e estar fazendo um belo trabalho na órbita de Ceres, a missão da sonda Dawn, pode ser estendida para um terceiro destino no Sistema Solar. O principal pesquisador da sonda Dawn, Chris Russel, enviou para a NASA o pedido de extensão da missão da sonda Dawn. Pelo facto …

Continue a ler »

Mar 12

A misteriosa montanha Ahuna

Ahuna Mons vista pela sonda Dawn, em dezembro de 2015 (resolução aproximada: 35 metros/píxel). Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA/PSI. Na semana em que comemorou o seu primeiro aniversário na órbita de Ceres, a equipa da missão Dawn divulgou esta nova imagem de Ahuna Mons obtida pela sonda da NASA a uma altitude de apenas 385 km. A imagem …

Continue a ler »

Jan 31

Fraturas no interior da cratera Dantu

A cratera Dantu numa composição de duas imagens obtidas pela sonda Dawn, a 21 de dezembro de 2015. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA/Sérgio Paulino. Dantu é uma cratera com cerca de 124 km de diâmetro localizada a norte da bacia de Kerwan, na superfície de Ceres. Na imagem de cima podemos ver numerosas fraturas rasgando o terreno rochoso …

Continue a ler »

Jan 13

Materiais brilhantes nas paredes de Kupalo

A cratera Kupalo vista pela sonda Dawn, a 21 de dezembro de 2015 (resolução aproximada: 35 metros/píxel). Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA. A imagem de cima mostra o interior da cratera Kupalo, uma das mais jovens crateras de impacto de Ceres. Situada nas latitudes médias do hemisfério sul, Kupalo tem expostos nas suas paredes materiais particularmente brilhantes. Os …

Continue a ler »

Dez 23

Dawn Mais Perto de Ceres

A sonda Dawn atingiu a sua órbita de mapeamento de Ceres mais baixa, a LAMO (Low-Altitude Mapping Orbit), a apenas 385 quilómetros de altitude. As primeiras imagens, com uma resolução de 35 metros por pixel, já começaram a chegar e mostram detalhes espectaculares do planeta anão. A partir desta órbita espera-se que seja possível determinar …

Continue a ler »

Artigos mais antigos «

Ir buscar mais items