William Herschel

No dia 15 de Novembro se completaram 272 anos do nascimento de William Herschel.

Listamos o que a nosso critério constituem os feitos mais importantes de sua vida:

1738: Nasce em Hannover, Alemanha (15 de novembro).
1755: É guarda do regimento de Hannover.
1757: Participa da Batalha de Hastenbeck (entre França e Hannover) durante a Guerra dos Sete Anos.
1757: Com a idade de 19 anos, decide radicar-se na Inglaterra.
1765: Passa a ser professor de música em Halifax.
1766: Passa a dirigir a orquestra de Bath.
1772: Sua irmã Caroline vai viver com ele na Inglaterra.
1773: Adquire o livro Astronomy de Ferguson e se encanta pela ciência de Urânia.
1781: Descobre o planeta Urano (13 de Março).
1781: Se torna membro da Royal Society.
1782: Se lhe concede o título de Astrônomo Real da Corte Inglesa.
1782: Começa a estudar o céu profundo, notando que o catálogo de Messier contém uma parte ínfima dos objetos da população celeste.
1783: Com a ajuda de sua irmã Caroline, inicia a compilação de um novo catálogo de objetos celestes (23 de Outubro de 1783).
1783: Descobre que o Sol se desloca na Galáxia, arrastando todo o seu séquito de planetas pela Via Láctea.
1786: Publica a primeira versão de seu catálogo (Catalogue of Nebulae) com 1.000 novos objetos celestes.
1787: Descobre duas lunas de Urano, Titânia e Oberón (11 de Janeiro).
1788: Se casa com Mary Baldwin Pitt.
1789: Descobre outros 1.000 novos objetos da população celeste.
1789: Conclui a construção de seu telescópio maior e mais potente: um refletor de 1,2 metros de abertura.
1789: Descobre a lua Encélado de Saturno (28 de Agosto).
1789: Descobre a sétima lua de Saturno, Mimas (17 de Setembro).
1792: Nasce seu único filho, posteriormente também astrônomo, John Herschel.
1800: Descobre a radiação infravermelha.
1801: Visita Paris e se reúne com Pierre Simon Laplace e o já ancião Charles Messier.
1802: Descobre outros 500 objetos da população celeste.
1802: Cunha a palavra “asteroide” para descrever os objetos recentemente descobertos que são muito pequenos para serem denominados planetas.
1815: Deixa de utilizar seu telescópio de 1,2 metros, pela dificuldade de manobrar.
1822: Morre em Slough, Berkshire, Inglaterra (25 de Agosto).

Ao longo de toda a sua vida, compôs 24 sinfonias.

Também estudou o movimento próprio das estrelas, as estrelas duplas, realizou observações das calotas polares de Marte, a estrutura da Via Láctea, a relação entre a atividade solar e o clima da Terra.

HOMENAGENS.
1935: Batizada uma cratera de 40 kilómetros de diâmetro com seu nome.
1960: Batizado um asteroide com seu nome (2000) Herschel.
1982: Batizada com seu nome a uma cratera na lua Mimas.
1987: Vê-se a primeira luz com o Telescópio William Herschel (de 4,2 metros de abertura), em Las Palmas, Ilhas Canárias.
2009: O telescópio da Agência Espacial Europeia, ESA, para estudar o Universo em faixas de onda infravermelha, recebe o nome de “Observatório Espacial Herschel” (14 de maio).

Fonte: LIADA

1 comentário

  1. ESTOU FAZENDO UM TRABALHO SOBRE ELE ,ONDE SEUS ESTUDOS FAZEM PARTE DE MINHA COLEÇAO DE MODA.
    tENHO APRENDIDO MUITO !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.