Estou-vos a ver…

freaky photo

Larry Keller enviou esta estranha foto para a National Geographic
😀

20 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Caro José Ramos,

    Tomar o quê para o quê? Não percebi

  2. Ora bem…
    … Depois de ler todos os comentários supra, só me resta dizer:

    A direcção da luz parece formar as paredes de uma pirâmide, porque é a projecção do seu vértice… O Sol ! (não é Deus nem parece o Sol… é MESMO o Sol e nada mais…)

    Quanto aos comentários do Dário… tome qualquer coisa para isso…

  3. exacto, bigkax.

    Nem reparei nisso.

    A ciência não se faz de “acreditar”.
    Exemplo do Dawkins: se acham que a ciência se faz de acreditar, então atirem-se do topo de um edifício de 20 andares, e acreditem que conseguem voar.
    Se voarem, então estão certos quanto às vossas crenças. Se se espetarem cá em baixo, então percebem que a gravidade (e o conhecimento científico, a ciência, em geral) não depende das crenças pessoais.

  4. Daniel,

    O que eu acredito é indiferente. Porque o que me interessa é o que existe.
    Eu posso acreditar no Pai Natal, em unicórnios invisíveis voadores, em fadas, ou em extraterrestres. Mas é-me absolutamente indiferente o que eu acredito, porque o que me interessa é o que existe.

    De qualquer modo, pode ler estes meus posts sobre esse tema específico de Deus:
    http://www.astropt.org/2010/10/13/fe-num-contexto-astronomico/
    http://www.astropt.org/2010/02/25/sagan-e-a-espiritualidade/
    http://www.astropt.org/2010/12/26/a-ciencia-salvou-a-minha-alma/

    existem muitos mais posts sobre esse tema…

    já agora, em qual deus é que acredita? Consegue descrevê-lo/defini-lo?
    é que o que conta são as características de algo, e não o nome que se dá…

    abraço!

  5. “acreditar na ciência?”
    Se tens que acreditar não me parece que seja ciência…

  6. António,

    Tem razão.
    Mas se pensarmos no Sol (e não em olhos), então é normal que de um “ponto” atrás vão “duas direcções” para um lado e para o outro… tipo uma pirâmide em que as arestas saem do topo…
    pelo menos, foi a minha forma de ver as coisas
    😉

  7. Há dias vi o filme The Invention of Lying, basicamente ninguém era capaz de mentir até um dia um senhor ter um curto-circuito no cérebro e aprendeu a mentir. Quando a a mãe dele estava a morrer e triste ele inventa que depois de morrer tinha direito (inserir versão do paraíso), isto gerou a invenção dum senhor no Céu bla, bla, bla…

  8. E não passa disso mesmo… Uma ilusão de óptica.

    Já agora pergunto directamente aos dois comentadores lol:

    Não acreditam em Deus? (ou se o problema for o nome pode substituir Deus por um ser com o mesmo signficiado) ou não acreditam nas religiões que tentam “passar” a palavra de Deus ou vontade de Deus? Se não acreditam em nenhuma das duas deve se ao facto de acreditar na ciência?

    • António Castanheira on 18/01/2011 at 17:23
    • Responder

    “? não?
    Parece-me que sim… vêm dum sítio para “trás” dos dois buracos… e a meio entre os dois buracos…
    a mim parece-me tipo “paredes” de uma pirâmide… com o topo da pirâmide (onde estaria o Sol), a não se ver porque está pra lá das nuvens.

    Ou estou a ver mal?”

    Isso é verdade mas… ora bem, os “olhos” estão a olhar de cima para baixo, certo? Portanto, o olhar deveria convergir num ponto no solo ou abaixo dele…
    Nós olhamos para a frente e não para um ponto localizado atrás da cabeça.

  9. Não fez nada? Penso que não. Gosto da frase do constantine no filme:

    “John Constantine: God’s a kid with an ant farm, lady. He’s not planning anything.”

  10. tá giro 😛

    parece um ser branco de braços abertos… em queda livre… mas a planar… tipo nos filmes
    😉

    eu gosto bastante destes “seres” no céu:
    http://www.astropt.org/2009/08/18/sprites/

    😛

  11. hmm, não percebi…

    Está nas árvores, na estrada… Ou será aquela mancha de luz? A Isso chama-se, deixa cá ver… ilusão de óptica. Encontrei uma imagem parecida numa sandes de torresmos, mas comi e não me fez mal

  12. Já agora tenho duas imagens de uma viagem a frança e na viagem de regresso apanhei o que se assemelha a uma imagem de um ser mitológico da bíblia.

    http://i63.photobucket.com/albums/h134/blunder_2006/P9094440.jpg

    http://i63.photobucket.com/albums/h134/blunder_2006/P9094439.jpg

  13. Se o tal deus nos deu tão livre arbítrio ao ponto de fazermos o que quisermos. Esse deus também criou o Universo há 13,7 mil milhões de anos através do Big Bang… bem afinal o que é esse deus que não fez nada afinal? Parece-me que esse deus são alguns arrepios de frio que algumas pessoas têm. Ou todos nós podemos ser o tal deus. O Carlos Oliveira tem razão, ele pode ser aquele deus!

  14. Só para criar mais confusão:

    O título era sobre Mim… aquilo sou Eu 😛

    Se imaginam que aquilo são os “olhos de Deus”, só tenho a dizer que pensam num deus muito limitado… afinal só tem 2 olhos e nem consegue ver para trás
    😛

  15. Não querendo criar uma discussão sobre o tema religião. Não é esse Deus que proíbe seja do que for. Ele é alguém ou alguma coisa que pode existir ou não, que não vemos mas em certas situações ou espaços podemos senti-lo. Esse Deus deu-nos livre arbitro para decidirmos, para vivermos, para levar com as consequências dos nossos actos, mas acredito que se esse Deus existe será um Tipo de bastantes liberdades e não nos condenaria por utilizar métodos contraceptivos, praticar abortos, sermos inovadores, etc…

    Já que estou a defender Deus: que Deus esteja convosco 😉

  16. É o deus estrábico. O deus daquela gente que proibe tratamentos genéticos mas tomam vacinas. Que são contra a sofisticação mas vestem roupa. Que são contra o aborto e ao mesmo tempo contra o preservativo…

  17. ? não? 😛
    Parece-me que sim… vêm dum sítio para “trás” dos dois buracos… e a meio entre os dois buracos…
    a mim parece-me tipo “paredes” de uma pirâmide… com o topo da pirâmide (onde estaria o Sol), a não se ver porque está pra lá das nuvens.

    Ou estou a ver mal?
    🙂

    • António Castanheira on 18/01/2011 at 14:12
    • Responder

    Se fosse um par de olhos estariam tortos: Os focos de luz não convergem na mesma direcção!

  18. ou como eu digo “Look, your God is scanning for your sins… You better run away.” heheheh

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.