Área 51

Annie Jacobsen é uma jornalista que fez um trabalho de investigação fantástico sobre a Área 51.
No novo livro, ela não só explica para que serviu e serve a Área 51 (desenvolvimento de tecnologia de ponta, de que só sabemos décadas mais tarde), mas explica inclusivamente o que se passou em Roswell (influência Soviética) – que levou ao início da Guerra Fria.

Leiam mais sobre este trabalho de investigação, aqui, aqui, e aqui.

Vejam também estas interessantes entrevistas:

10 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    1. Excelente artigo 😀

  1. A Área 51 operou por muito tempo, mas de uns anos para cá ficou manjada, a ponto de o Pentágono ter transferido para Dugway os experimentos mais secretos e futuristas em termos de tecnologia de ponta. O local, que também é antigo, é a nova Área 52, como está sendo chamada pelos pesquisadores de UFOs.
    http://www.gatosepapos.blogspot.com/2011/05/arquivo-g-area-52.html

  2. Quanto ao “caso” Roswell, pelo que li nos links que enviaste, aquilo que vem lá escrito no livro é ridículo, patético e estúpido. Quanto ao resto do conteúdo do livro não posso afirmar nada porque de facto não o li. Os próprios comentários das pessoas no link:

    http://www.dailymail.co.uk/news/article-1386999/Stalin-Joseph-Mengele-Nazi-jet-fighter-New-book-Annie-Jacobsen-reveals-real-story-alien-landing-Roswell.html

    já são suficientes para perceber que o que ela afirma sobre Roswell não tem ponta por onde se lhe pegue.

    1. Para mim, Roswell está perfeitamente explicado:
      http://www.astropt.org/2007/07/08/roswell/
      http://www.astropt.org/2010/07/27/roswell-explicado/
      Foi o projecto Mogul.

      No entanto, é certo que na Área 51 sempre houve desenvolvimento de aviões topo de gama, dos quais só temos conhecimentos algumas décadas depois:
      http://www.astropt.org/2010/10/18/os-verdadeiros-ovnis/

      E tal como os EUA tinham sobre a Rússia, é absolutamente normal que os Russos também tivessem “espiões voadores” sobre os EUA. Isso é perfeitamente lógico 😉

      O que me parece que ela fez, foi ligar estas 3 coisas, com base no testemunho de várias pessoas.
      Nota que são testemunhos… logo, valem o que valem.

      Uma coisa que achei muito estranho quando vi essa entrevista pela 1ª vez na TV (Daily Show), foi ela ter dito que entrevistou pessoas que trabalharam na Área 51.
      Ora, pelo que eu sei, ninguém que trabalha lá o pode dizer… mesmo após já não trabalhar. E quem o tem dito (Bob Lazar) é obviamente tido como mentiroso porque não há qualquer elemento que o prove.
      Ou seja, parece-me que os testemunhos são de quem diz que trabalhou lá… mas não há provas… logo, até nisso ela teve que acreditar na palavra deles, sem provas.

      Mas ainda não li o livro… não sei se ela explica essa contradição lá…

      No entanto, penso que o importante aqui é a palavra “testemunhos”. Não há “provas”, somente “testemunhos”.

  3. Ora, ora, quem diria?
    Um veículo técnicamente avançado, que viaja pelo espaço cósmico, à mercê de grandes convulsões e que quando chega ao planeta Terra, leva com uma trovoada, os tripulantes não dão por isso e a nave cai de maduro!
    Como sempre, nem foi um balão atmosférico nem foi como nos contam!
    Desde a época de Nikola Tesla que se experimentavam engenhos com alta tensão!!!
    Quem sabe se não levaram uma “flashada”?!
    Eu sei que estou a ser um bocadinho ficcional, mas o tema Roswell é assim mesmo…

    Saudações Galácticas!

  4. Sinceramente, não sei como pode ainda haver dúvidas sobre o que aconteceu em Roswell.

    Só pode haver duas possíveis explicações:

    – ou foram os Ferengi:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Little_Green_Men_%28Star_Trek:_Deep_Space_Nine%29

    – ou foi o Fry, Bender, Leela, e companhia:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Roswell_That_Ends_Well

    😛

  5. oh boy… it’s a conspiracy heaven all over the place… lol

    1. Gostei foi quando ela disse que os conspiradores não querem acreditar em tais explicações, por serem muito mais imaginativas e estranhas que as ideias deles 🙂

        • Marco J on 19/05/2011 at 14:34

        Oh, com a campanha levada a cabo pelos americanos nessa altura (“ai os commies, comem criancinhas ao pequeno almoço”) é natural que agora ninguém siga nessa cantilena com o mínimo de cepticismo eheh

        E mesmo que realmente tenha sido que aconteceu, vai ser difícil tirar a prova dos 9 do outro lado, porque a documentação deve ser nula.

        Enfim, vai dar para continuar a alimentar à grande a fogueira dos conspiradores.

  1. […] um livro que nos conta tudo, como dissemos neste post de […]

Responder a Marco J Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.