Vantagens do Curiosity

No seguimento do post anterior sobre os custos baixos de uma missão a Marte quando comparada com outros gastos correntes, deixo-vos alguns comentários no Facebook de leitores e colaboradores que entendem também os benefícios destas missões robóticas a Marte para o dia-a-dia na Terra:

Do Dinis Ribeiro:

“Quem critica o custo desta missão, obviamente não faz a mínima ideia do que está a falar.
Em primeiro lugar, os benefícios são muito superiores aos custos. Aquilo que todo o planeta pode aprender com esta missão é incomparável aos gastos. E depois, como podemos observar, sempre que pomos os custos em perspectiva, eles tornam-se minúsculos.”

Do Manel Rosa Martins:

Encontrar água no deserto, uma aplicação das tecnologias desenvolvidas para a exploração de Marte:

E aqui:

“Todos os dias, as pessoas usam os satélites da NASA para ajudar a colocar comida e água sobre a mesa.
Em última análise, toda a nossa comida vem de plantas. Os satélites da NASA Aqua, Terra, e LandSat monotorizam o crescimento das plantas medindo o quanto as plantas absorvem de luz durante a fotossíntese. Estas medidas podem revelar o que está crescendo e como as plantas estão saudáveis.
Quando os cientistas comparam o crescimento da planta com o crescimento médio, eles podem detectar uma seca ou uma colheita abundante. Os agricultores usam as informações para gerir os seus campos de trigo, milho, soja e outras colheitas. E as agências de ajuda alimentar usam as medidas para detectar a escassez de alimentos antes que a fome se desenvolva.”

Do Manel Rosa Martins:

“Basta referir que a tecnologia desenvolvida para a MSL-Curiosity permitiu já encontrar grandes lençóis de água doce na península da arábia, em pleno deserto, poupando os custos elevadíssimos de funcionamento das centrais de dessalinização, que são extremamente poluentes.
Só esse benefício já aplicado na prática paga todos os custos, mas já há avanços na óptica, imagiologia médica (PET-Scan), nos microprocessadores, nos espectrómetros, nas comunicações e no software.
Todo o dinheiro investido nas missões espaciais é aplicado em Terra, não é derretido no espaço sideral. Criam-se milhares de empregos bem pagos em todas as disciplinas técnicas e científicas, e induzem-se excelentes casos de estudo no ensino secundário e universitário.
Assim de repente é do que me lembro, sem sequer fazer um busca aturada da descomunal lista de benefícios da exploração espacial.”

Sobre as críticas repletas de ignorância sobre os custos/benefícios da exploração espacial, lembro este post e esta categoria.

4 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Fantástico artigo do Marco Filipe sobre este assunto:
    http://www.astropt.org/2012/08/11/curiosidade-sera-que-todos-a-possuem/

  2. Estou ansioso, mal vejo a hora das pesquisas científicas começarem. Revivo auma sensação parecida à aquela da chegada da Cassini em Saturno, só que dessa vez é na superfície, é pegar com a mão em vez de só olhar do espaço. 🙂

  3. Quem se der ao trabalho (e é bem mais fácil ser-se ignorante) facilmente verificará quanto do nosso dia a dia resulta da ciência espacial.

    Nestas alturas, como se sabe, há sempre quem discurse sobre a fome das crianças no mundo (tal como uma carta datada, ingénua e fútil de um leitor do Expresso) e de todas as desgraças que o investimento do Curiosity poderia solucionar – mas, pessoalmente, o que verdadeiramente me envergonha e repudia é viver num mundo em que se desperdiça irresponsavelmente (aí sim) centenas de ‘Curiosities’ em especulação e engenharia financeira, em bancos mais que falidos, em PPPs premeditadas, em auto-estradas desertas, em negócios obscuros, em luxos desenquadrados and so on… isso sim parece ser normal, aceitável e até desejável!

    Todo o investimento científico é legitimo, a ignorância e a estupidez é que não!

  1. […] da Exploração Espacial (tag): 100 + 50 exemplos. Freira. Inovações imprevisíveis. Resposta. Respostas. Custos: Tyson, […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.