Superfície Marciana

O rover Opportunity tirou esta foto ao que vê à sua volta. Na frente, a cores claras vê-se o registo geológico conhecido como "Burns Foundation". Mais atrás, mais escuro e provavelmente um registo geológico mais antigo, vê os limites de "Solander Point", que se encontra na parede oeste da Cratera Endeavour. Crédito: NASA/JPL-Caltech

O rover Opportunity tirou esta foto ao que vê à sua volta. Na frente, a cores claras vê-se o registo geológico conhecido como “Burns Foundation”. Mais atrás, mais escuro e provavelmente um registo geológico mais antigo, vêem-se os limites de “Solander Point”, que se encontra na parede oeste da Cratera Endeavour. Crédito: NASA/JPL-Caltech

O rover Oportunity tem estado a estudar uma zona fronteira entre uma camada de rocha formada em condições húmidas ácidas e uma outra camada de rocha mais antiga formada num ambiente húmido neutro.
Esta linha geológica marca uma mudança nas condições ambientais marcianas há provavelmente 2.000 milhões de anos.

O rover Opportunity olha na direcção da parte norte de "Solander Point". Crédito: NASA/JPL-Caltech

O rover Opportunity olha na direcção da parte norte de “Solander Point”. Crédito: NASA/JPL-Caltech

6 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Minhas argumentações anteriores são apenas colocações que apenas facilitariam o que TALVEZ poderia ter acontecido. Não é uma afirmação!
    A água não é certeza de vida, mais ajuda. Como você mesmo completou sua teoria.

    1. Sim, a água ajuda – é crucial – para vida tal como a conhecemos 😉

  2. O planeta da bons sinais de ter tido vida.

    Indicios de ja ter havido água em estado liquido em vales que possivelmente seriam oceanos.

    Estruturas semelhantes a bactérias em meteorito que veio de Marte.

    A duração do dia em Marte é semelhante ao da Terra, apesar do ano ter quase o dobro de duração.

    O anglo axial, sua inclinação também é semelhante o que significa que o planeta tem 4 estações como na Terra.

    A presença de gelo em seus polos.

    Os ciêntistas enviaram bactérias em sondas ao planeta vermelho acreditando em sua sobrevivencia neste tipo de ambiente, se os marcianos que la tenham vivido se não foram como nós ou verdinhos comos na ficção, seriam eles bactérias?

    1. Não sei se entendi os seus argumentos, mas são circunstanciais e nada têm a ver com vida.
      Seria o mesmo que defender a existência de vida em Vénus só porque é um planeta do tamanho do nosso e que é o que está mais próximo de nós. 😉

      Água não é sinónimo de vida 😉

      As nanobactérias em meteorito são pareidolia 😉

      Mas sim, existe alguma probabilidade de terem existido bactérias em Marte, quando Marte tinha água à superfície e uma atmosfera consentânea… mas isso foi há 3.000 milhões de anos 😉
      A não ser que se encontrem agora fósseis dessas bactérias, nada feito… e isto é basicamente impossível 😉

      abraços!

  3. eu fui um deles xD

  4. Sinceramente, penso que em algum momento, Marte teve algum tipo de vida habitando-o.

  1. […] água, água, furo). Comparação. Phoenix. Viking. Exploração. Dunas Coloridas. Geologia. Registo Geológico. Superfície Rochosa. Rocha Pinnacle Island (mistério, vida, resolução). Mirtilos. Meteoritos. […]

Responder a Matheus Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.