Calendário Cósmico

tyson

Neil deGrasse Tyson expõe o Calendário Cósmico, em que todo o tempo do Universo é convertido num único ano (em que 1 de Janeiro às 0:00:00 é o Big Bang e 31 de Dezembro às 23:59:59 é o momento atual em que o leitor nos está a ler… nesta escala, cada dia representa cerca de 40 milhões de anos):

3 comentários

2 pings

    • Hugo Rosário on 01/04/2014 at 23:38
    • Responder

    Na série original por Carl Sagan ele usou também esta analogia do calendário cósmico e seria de esperar que fosse encaixada na nova série. É uma boa forma de demonstrar o quanto insignificante é a existência da espécie humana dentro dos 14 biliões do universo e penso que foi esse o propósito de introduzir este calendário.
    Grande parte do que foi transmitido até agora (nos 4 episódios) é conhecimento que Carl Sagan já tinha divulgado á 34 anos atrás e é espantoso como poucas ou nenhumas correcções são necessárias ao original.
    Espero que nesta nova série, explorem também um pouco dos avanços que se fizeram neste intervalo de tempo, nomeadamente na física quântica, nas investigações do CERN que levaram á comprovação da existência do boson de Higgs. São coisas que ainda fazem alguma confusão na minha massa encefálica e gostava de ver as explicações simplistas de Tyson sobre estes temas.

    • José Simões on 31/03/2014 at 23:00
    • Responder

    “Neil deGrasse Tyson introduz o Calendário Cósmico”

    Não sei quem introduziu o Calendário cósmico, mas á muitos, muitos anos já tinha ouvido esta analogia.

    1. Neil introduziu este calendário nesta série naquela parte… foi uma nota introdutória… certamente que noutros locais ele disserta mais a fundo sobre ele 😉

  1. […] nós vamos desvendando os mistérios do Universo. De seguida, Tyson traz à vida o famoso Calendário Cósmico de Carl Sagan. 13.800 milhões de anos concentrados em 12 meses. Cada mês representa mais de mil […]

  2. […] seguida, Tyson traz à vida o famoso Calendário Cósmico de Carl Sagan. 13.800 milhões de anos concentrados em 12 meses. Cada mês representa mais de mil […]

Responder a Hugo Rosário Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.