A Grande Guerra Marciana

martian_war_master_logo

Recentemente vi este falso documentário.

O que é um falso documentário? É um programa que se faz passar por documentário, supostamente retratando factos reais que se passaram no passado, mas no entanto é tudo inventado; é tudo mentira.

Sem surpresa, este falso documentário é do Canal História.

mart-og

A Grande Guerra Marciana narra a história de acontecimentos catastróficos e horrores inimagináveis da guerra de 1913-17 , quando a Humanidade teve de lutar contra uma invasão de selvagens alienígenas vindos de Marte.

Sim, leram bem: na década de 1910, durante 4 anos, a Humanidade lutou contra Marcianos, numa guerra que dizimou milhões de humanos…

Baseado em testemunhos de pessoas que lutaram nessa guerra – e que aparecem no programa a relatarem o que viram -, este documentário parece bem real.

LA GRAN GUERRA MARCIANA PROMO 2 ESTRENO HP from Chello Multicanal on Vimeo.

Na verdade, o que se passa é que este é um documentário sobre a 1ª Grande Guerra Mundial (1914-18).
Tudo o que se fala lá sobre as estratégias de guerra e todas as imagens históricas que se veem no documentário são na verdade factos históricos, mas sobre a 1ª Guerra Mundial.

Simplesmente, neste falso documentário, eles incluem a premissa que um cometa caiu na Alemanha (tal como caiu na Sibéria – e as imagens da devastação são na verdade imagens reais do evento de Tunguska), e de lá saíram máquinas marcianas.
Essas máquinas marcianas foram invadindo a Europa e destruindo tudo por onde passavam.

Este falso documentário, une factos históricos sobre a 1ª Guerra Mundial com a história de ficção científica de H. G. Wells, Guerra dos Mundos.
Pelo caminho, aproveitaram-se: da falsa premissa, da palavra alien (que quer dizer estranho, estrangeiro, mas que também pode ser interpretado por extraterrestre), utilizaram a palavra monstros (não como sinónimo de alemães invasores mas sim de invasores alienígenas), e confundiram de propósito a superioridade tecnológica alemã com a superioridade tecnológica alienígena.
O resultado foi um sucesso: o documentário pode ser utilizado para falar de factos históricos, ou então pode ser, como é, utilizado para fazer as pessoas pensarem que se está na presença de uma guerra com marcianos.

O sucesso deste falso documentário está na utilização de imagens históricas reais da 1ª guerra mundial, colocar dentro delas as máquinas marcianas imaginadas por Wells, e ainda incluir testemunhos pessoais de quem passou pela experiência dessa guerra (entrevistas a supostos sobreviventes desta guerra com marcianos).

Os paralelismos entre a realidade histórica e a fantasia da ficção científica são soberbos.

Aposto que este falso documentário vai ser utilizado no futuro para se fazer revisionismo histórico.
Porque os ignorantes e os conspiradores irão certamente olhar para esta estória, e interpretar a “história oficial” como uma manobra governamental para encobrir o “que realmente se passou”: uma invasão alienígena.

É que este falso documentário, como qualquer falso documentário, é um manancial para fazer crescer as parvoíces conspirativas.
Se ainda dúvidas existissem, a última parte deste falso documentário menciona as diversas tecnologias de que dispomos atualmente e que só existem fruto das investigações feitas às máquinas marcianas capturadas.
Sim, este programa promove a ideia de que todo o progresso tecnológico no século XX, desde o velcro aos computadores, teve a sua origem na tecnologia marciana que invadiu a Terra.

Este programa é uma pocilga de felicidade para os conspiradores.

Claro que no final, em dois segundos passam os créditos, onde se diz qual é o nome real dos atores que se fazem passar por “testemunhas da invasão marciana”.
Mas obviamente ninguém nota este “pequeno pormenor”…

Qual o objetivo de um programa destes? Não sei…
Mas de um canal que nos traz a vigarice das crenças nos Extraterrestres Antigos, o que se pode esperar mais do Canal História?
Obviamente mais vigarices para se aproveitarem da acefalia dos crentes nestas parvoíces.

E com isto, a sociedade vai ficando cada vez mais estúpida, ignorante e controlável…
E o que faz uma população estúpida, ignorante e controlável? Dá mais ratings ao Canal História, e a programas como os Extraterrestres Antigos.

url

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Mauricio Murucci Falcão on 16/12/2018 at 19:17
    • Responder

    Bom saber,eu estava vendo ,como esses caras são cara de Pau.
    Será que eles são tão embecis,que se isso realmente fosse verdade,os humanos não teriam a menor chance.
    Outra,nunca passou essa IstoÉ unha em nenhum lugar.
    Hoje não tem com enganar mais ninguém.
    A internet está aí para desmascarar esse
    “Espertos” achando que a população ainda está no século xv.
    Infantis..

    • antonio carlos on 12/12/2018 at 21:20
    • Responder

    já tinha visto o “documentário” e acabei de revê-lo, realmente é sensacional mas é fácil separar a verdade da ficção, a Primeira Guerra Mundial começou em 1913, aí fica fácil saber que é estória e não História. Ótimo “documentário”.

  1. Ótimo falso documentário, percebi que era falso, mas achei bem legal.

  2. Assim como a guerra dos marcianos, várias outras estórias estão sendo passadas e mostradas como verdadeiras e enganando o povo. Infelizmente nosso povo deixa se enganar muito facilmente

  3. Esta é a verdadeira e real Guerra dos Balcãs (1.a Guerra Mundial) ocorrida entre 1913 a 1917, parabéns pelo esclarecedor documentário e assim se mostra a verdadeira história 😉 rsrsrs…

    • Ana Maria macedo baptista on 07/09/2017 at 02:33
    • Responder

    Olha comecei a ver e achei tudo mto estranho nunca havia ouvido falar q algum dia tínhamos sido invadidos por marcianos! Uma pegadinha bem elabora quase acreditei!

  4. Estava a ver este documentário e achei muito estranho pões nunca falei de tal coisa na escola. Por isso vim investigar na internet. Mas é fácil ver que é falso pões a forma como está gravado com “imagens da época” estão muito modernizados pra época em que foram realizados. Outro facto foi a destruição do Big Ben em Londres.

  5. Boas!!!

    Também vi esse documentário… Até achei um pouco intrigante já que já conhecia algumas das imagens da primeira guerra que passaram no mxm… Concordo com a sua visão do documentário, relatos de combates e situações da primeira guerra com montagens pelo meio com os robôs da “guerra dos mundos”… Pra ser sincero não reparei nos créditos com os nomes dos actores como disse… Só ouve uma coisa que não consegui bem encontrar explicação… No fim a rapariga que não conheceu o bisavô e que foi descobrir aquele diário, realmente tinha uns desenhos de máquinas… E seriam máquina alemãs? Eu nunca se viu máquinas naquele formato… Ou diário foi inventado e escrito só pro documentário?

    1. A bisneta no documentário chama-se Kim Lafonde… que nos mostra um diário com desenhos de máquinas e com uma escrita alienígena…
      Na verdade, no final, aparecem os créditos, e diz lá que afinal Kim Lafonde é uma atriz chamada Ashley Bomberry.
      http://www.imdb.com/name/nm5092802/bio

      Já agora, o suposto professor universitário, historiador e linguista Lawrence Hart, que anda a tentar descobrir o que querem dizer os símbolos marcianos no tal diário, na verdade é o ator Daniel Matmor.

      Ou seja, tudo isso, incluindo o diário, é inventado 😉

      abraços

  6. Mais um bocadinho e ainda fazem um documentário a dizer que não existiram campos de concentração durante a 2ª Grande Guerra Mundial e que o judeus estavam todos a passar férias no Médio Oriente.
    Sarava Irmão, na Criação nós acreditamos; a criação de mentiras!

Responder a Duarte Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.