100% Livre de Químicos

100 free chem

Gostaria de voltar a um assunto que serve de pseudo-argumento a favor das medicinas alternativas. Em primeiro lugar vou lembrar o que são produtos naturais.

A água é natural? E uma toalha? Uma pedra, uma jarra, um pneu… o que é natural? Natural é o que emerge da natureza sem a nossa intervenção química ou física, sem refinação, síntese ou purificação. É assim que eu vejo. Água é natural. Uma jarra já não o é porque é necessária intervenção física para a formar.

Agora vamos ao que é químico. Água é química ou natural? A aspirina é química ou natural? Comecemos pela água. Todos (em princípio) tivemos química na escola e sabemos o que é isto:

tabela periódica

Isto é química. H é hidrogénio e é um elemento químico que emerge na natureza. O Oxigénio também é um elemento químico. Os dois formam água, um composto químico que emerge da natureza. O ácido acetilsalicílico, ou aspirina, é um composto que os bandidos dos cientistas formam em laboratórios para ganharem muito dinheiro. Mas não, é um composto natural, que é encontrado na casca do tronco da árvore Salix, ou Salgueiro. Ou seja,

Num composto homeopático pode não haver vestígios da substância activa mas tem químicos: H2O. Se fosse 100% livre de químicos seria uma garrafinha de vácuo – e mesmo assim poderia ter pares de partículas/anti-partículas virtuais que formam o efeito Casimir – mas, enfim, para efeitos de saúde é a mesma coisa. E porque é que a garrafinha de produto homeopático que nada faz para a saúde tem químicos? Porque:

TUDO É QUÍMICO!

 

Para relembrar Tim Minchin:

4 comentários

2 pings

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Um artigo muito interessante:
    http://thelogicofscience.com/2015/05/27/5-simple-chemistry-facts-that-everyone-should-understand-before-talking-about-science/

    5 simple chemistry facts that everyone should understand before talking about science

    1). Everything is made of chemicals

    2). The dose makes the poison

    3). There is no difference between “natural” and “synthetic” versions of a chemical

    4). “Natural” chemicals are not automatically good and “artificial” chemicals are not automatically bad

    5). A chemical’s properties are determined by the other chemicals that it is bound to

  2. Caro Jony, vou-lhe responder:

    1 – Há quantos anos existe a indústria química? E a indústria farmacêutica?
    Como a humanidade chegou aqui e sobreviveu milhares de anos sem elas?

    A humanidade sobrevive sem a indústria química tal como os outros animais. De facto sobreviveu mas com uma esperança média de vida de 40 anos e com muito menos gente. Vivemos mas sem a mesma qualidade de vida.

    2 – E a longevidade não é uma conquista farmacêutica, nem da indústria química, embora seja uma questão da química: é uma questão da necessária e correta nutrição. Traduzindo: comer natural.

    O tratamento de águas ar e alimentos são processos químicos. Podes beber leite natural mas aconselho que bebas o pasteurizado. A pasteurização é um processo químico. Aconselho também água natural mas tratada ou carne tratada. Por algum motivo a nossa esperança media de vida aumentou com o aumento da investigação científica e processos de melhoria alimentar e de qualidade da água.

    3 – Agora: qual o motivo de vocês serem tão a favor da indústrias químicas e farmacêuticas?

    Como expliquei acima

    4 – Você deve bem saber que não há financiamentos para pesquisas naturais, digo: só há interesse em artigos e pesquisas pró-indústrias, sejam elas químicas ou farmacêuticas, não é mesmo, Dário?

    Existem projectos de agricultura chamada biológica, biotecnológica e química. Não há qualquer conspiração, esteja descansado

  3. Dário, a questão não é natural x químico, como você conduz. o texto.
    A questão é natural x industrial, que subtrai ou copia exatamente do natural o que necessita.
    Há quantos anos existe a indústria química? E a indústria farmacêutica?
    Como a humanidade chegou aqui e sobreviveu milhares de anos sem elas?
    E a longevidade não é uma conquista farmacêutica, nem da indústria química, embora seja uma questão da química: é uma questão da necessária e correta nutrição. Traduzindo: comer natural.
    Agora: qual o motivo de vocês serem tão a favor da indústrias químicas e farmacêuticas?
    Você deve bem saber que não há financiamentos para pesquisas naturais, digo: só há interesse em artigos e pesquisas pró-indústrias, sejam elas químicas ou farmacêuticas, não é mesmo, Dário?

    1. Jony,

      Com esta pergunta: “qual o motivo de vocês serem tão a favor da indústrias químicas e farmacêuticas?”… você só mostra que OU não sabe ler OU então adora trocar tudo para enganar os outros. Qual deles é?

      Na mesma ordem de ideias que você usou, eu após ler o seu comentário também posso perguntar-lhe: Qual o motivo de você ser contra a Humanidade? Porque você detesta os Humanos?

      Caso você não saiba, cada humano é uma “indústria química”, que você tanto despreza.

      “Você deve bem saber que não há financiamentos para pesquisas naturais” — nem o Dário, nem eu nem ninguém sabemos isto.
      Caso você não saiba, grande parte do financiamento é feito para o que você chama de “pesquisas naturais”.
      O que não temos culpa (qualquer pessoa com cérebro) é que tudo o que é natural é uma fábrica de químicos. Tudo. Porque tudo é feito de elementos químicos. Sugiro que pesquise sobre a tabela periódica. Obrigado.

  1. […] as regras científicas. São pessoas que dizem que o natural é que é bom, mas desconhecem que os elementos da tabela periódica são naturais, falam de quântica e de energia mas nunca estudaram física. Baseiam-se em artigos que, quando […]

  2. […] esclarecer alguns pontos importantes acerca dos produtos naturais. Em primeiro lugar tudo é químico, pois todos os elementos constituintes de qualquer coisa que encontremos estão na Tabela […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.