Nascer do Sol em Copérnico

Os picos centrais de Copérnico numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University.

Apesar da sua idade (cerca de 860 milhões de anos), Copérnico exibe ainda muitas das características morfológicas típicas das jovens crateras lunares formadas durante o período Copernicano (o mais recente na coluna estratigráfica lunar). As suas vertentes interiores mantêm uma topografia complexa, com mais de 4000 metros de altitude, e o maior dos seus picos centrais alcança uma altitude de aproximadamente 1300 metros.

A imagem de cima mostra os picos centrais de Copérnico banhados pelos primeiros raios de luz solar. As montanhas e colinas que ornamentam esta magnífica paisagem foram criadas minutos depois do impacto responsável pela formação da cratera, no momento em que a cavidade transitória inicial colapsou sob a ação da força gravitacional.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.