Tag: geologia lunar

O chão fraturado de Komarov

Interior da cratera Komarov numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. As espetaculares fraturas que rasgam o chão da cratera Komarov foram formadas quando uma pluma de magma mantélico ascendeu em direção à superfície lunar. Neste caso, o magma não irrompeu pela superfície da Lua, o que permitiu que se …

Continue reading

Nascer do Sol em Copérnico

Os picos centrais de Copérnico numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Apesar da sua idade (cerca de 860 milhões de anos), Copérnico exibe ainda muitas das características morfológicas típicas das jovens crateras lunares formadas durante o período Copernicano (o mais recente na coluna estratigráfica lunar). As suas vertentes interiores …

Continue reading

Espetacular panorama sobre a cratera Aristarco

A cratera Aristarco vista pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito:NASA/GSFC/Arizona State University. Aristarco é uma das formações mais brilhantes da superfície lunar. Localizada na fronteira entre o planalto de Aristarco e as planícies basálticas de Oceanus Procellarum, esta jovem cratera exibe nas suas paredes uma variedade impressionante de tipos de rocha. Parte dessa diversidade é …

Continue reading

No centro da cratera Jackson

O pico central da cratera Jackson numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Esta espantosa imagem da cratera Jackson (lado mais distante da Lua) foi obtida recentemente pelo sistema de imagem de alta resolução da sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, quando o Sol se encontrava diretamente sobre a região, com um …

Continue reading

Montes Zeeman

Os montes Zeeman numa imagem captada pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. As cadeias montanhosas que hoje vemos na superfície terrestre foram edificadas ao longo de milhões de anos pela lenta deformação da litosfera continental, produzida por colisões entre placas tectónicas. Na Lua, a formação de estruturas montanhosas é um fenómeno muito …

Continue reading

Cratera secundária em Mare Australe

Uma cratera alongada numa imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter, a 26 de agosto de 2012. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. A imagem de cima mostra uma cratera alongada localizada em Mare Australe, no hemisfério sul da Lua. Com aproximadamente 5 km de comprimento, esta cratera faz parte de um aglomerado de pequenas crateras secundárias …

Continue reading

Lua poderá ter tubos de lava gigantescos

Magma fluindo no interior de um tubo de lava, no vulcão de Kilauea, no Hawaii. Crédito: USGS. Os tubos de lava lunares poderão ser grandes o suficiente para albergarem cidades do tamanho de Coimbra, sugere um novo estudo apresentado na semana passada na 46ª Conferência de Ciência Lunar e Planetária, nos Estados Unidos. Criados por antigos …

Continue reading

Geologia de Mare Imbrium é mais complexa do que se pensava

O robot Yutu visto pela sonda Chang’e-3, em janeiro de 2014. Crédito: Academia Chinesa de Ciências. Cientistas chineses descobriram múltiplas camadas de rocha distintas sob o local de alunagem da sonda Chang’e-3, em Mare Imbrium, na Lua. As camadas foram detetadas pelo radar do robot Yutu e sugerem que a região teve uma história geológica …

Continue reading

Lua teve erupções vulcânicas num passado muito recente

Depósitos vulcânicos recentes nas proximidades da cratera Maskelyne. Imagem obtida pela sonda Lunar Reconnaissance Orbiter. Crédito: NASA/GSFC/Arizona State University. Foi há mais de 3 mil milhões de anos que violentas erupções vulcânicas criaram as vastas planícies basálticas, facilmente reconhecíveis a olho nu no lado da Lua mais próximo da Terra. Dados estratigráficos sugerem, no entanto, …

Continue reading

Resolvido mistério da formação da maior bacia da Lua

Fossas tectónicas reveladas pela deteção de anomalias gravitacionais (sobrepostas a vermelho) na periferia de Oceanus Procellarum, uma extensa planície escura visível a olho nu no lado mais próximo da Lua. Crédito: Kopernik Observatory/NASA/Colorado School of Mines/MIT/JPL/Goddard Space Flight Center. Durante anos, os cientistas pensaram que a gigantesca bacia de Oceanus Procellarum, a maior alguma vez …

Continue reading

Load more