Astronomia nas Escolas

No começo era apenas uma simples notícia de jornal. No dia 3 de Julho de 1991, o Público trazia uma notícia sobre uma acção de formação para professores da Direcção Geral do Ensino Básico e Secundário, que tinha como objectivo demonstrar aos professores como era importante a Astronomia no ensino da Física. A notícia dava conta de que a Astronomia ia ser introduzida na Física do 8º ano. Foi assim que tudo começou.

A entrada da Astronomia nas escolas foi uma pequena revolução, pois de repente a Astronomia estava por todo o lado e falava-se desta ciência como se fosse uma velha conhecida. Foram tempos fantásticos. Comecei nessa altura e guardo, por isso, a notícia do jornal. A partir de 1994, a Astronomia chegou finalmente às escolas portuguesas e a Física ganhou outro encanto.

Hoje, 15 anos depois, a paixão permanece. Vivo disto, o que não deixa de ser incrível. Um tipo viver do Cosmos.
É claro que muita coisa falhou pelo caminho. Os professores não estavam preparados, as escolas não estavam preparadas para a nova ciência e muito telescópio se comprou sem razão nenhuma e muitos projectos acabaram em nada. Basta olhar para a quantidade de planetários portáteis, de telescópios, que existem pelo país para perceber isso.
Mas as pessoas envolvidas ganharam sempre alguma coisa. Foi sempre uma experiência nova e muita gente conseguiu fazer coisas maravilhosas com os alunos. Quantos clubes continuam a funcionar por esse país fora e quantas coisas não se fazem com os alunos com bons resultados.
Portanto, acho que a experiência valeu a pena e estamos hoje muito melhor do que em 94, quando tudo começou.

A Astronomia tem hoje uma visibilidade que não tinha nesse tempo. E nós, os divulgadores, também demos um pequeno contributo nesse sentido.
Portanto, estou contente quando olho para aquela notícia distante e penso que tudo começou ali, naquele Verão e naquele dia.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.