10 melhores em 2009

A revista Science elegeu as 10 principais descobertas científicas de 2009.

A principal foi a Ardi.
ardi
Ardi (Ardipithecus ramidus) é uma espécie de hominídeo, do qual foi descoberto uma fêmea com 1,2 metro e 50 kgs, que viveu há 4,4 milhões de anos na actual Etiópia.
É 1 milhão de anos mais antiga que a “Lucy” (Australopithecus afarensis).
Esta espécie habitava na floresta, podia viver tanto no solo como nas árvores, e era bípede no chão e quadrúpede nas árvores.
Esta descoberta aproximou ainda mais os investigadores do antepassado comum a humanos e chimpanzés.

De entre as outras descobertas, destaco:

Pulsares em raios gama.
O Telescópio Espacial Fermi detectou pulsares visíveis apenas em raios gama. Leiam este post.

LCROSS detectou água na Lua.
água na Lua
Leiam este post sobre a LCROSS e este post sobre a água na Lua.

Reparação do HST.
crew
O sucesso da missão para reparar o Telescópio Espacial Hubble.
Leiam sobre a missão, neste post.
Leiam sobre o Telescópio Espacial Hubble, neste post.

Rapamicina.
mais jovem
Encontrada no solo da Ilha de Páscoa, a rapamicina pode ajudar a combater o processo de envelhecimento.

1 comentário

1 ping

  1. Rapamicina? Hummm… Anotado no meu caderninho de coisas importantes para se comprar no próximo ano. 🙂

  1. […] – Maiores descobertas. Macro-Quântica. Melhores: 2010, 2009, 2008 com […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.