Relatório Minoritário

No filme Minority Report – Relatório Minoritário, vê-se as pessoas a interagir directamente com as superfícies de vídeo:

Isto é algo que teremos dentro de 5 anos:

E vejam estes vídeos neste nosso post.

No mesmo filme, para todo o lado onde a pessoa vá, é “perseguida” pelos leitores de retina.
Ou seja, sabe-se sempre onde as pessoas estão, e pode-se “vender” spots publicitários de acordo com as preferências da pessoa (ao estilo da Amazon.com).

E isto agora já está a ser implementado no México. A cidade de Leon, no México, está a instalar por toda a cidade, scanners públicos que lêem a retina dos olhos e conseguem identificar 50 pessoas em movimento por minuto. A máquina não precisa que as pessoas coloquem os olhos à frente da câmara, simplesmente a pessoa vai na rua, e a máquina com capacidade de longo alcance identifica as pessoas. Assim, vai-se poder saber onde está cada pessoa em cada momento.
Dentro de 10 anos, não serão precisos cartões para nada – basta a íris dos olhos.
“In the future, whether it’s entering your home, opening your car, entering your workspace, getting a pharmacy prescription refilled, or having your medical records pulled up, everything will come off that unique key that is your iris” reports Fast Company. “Every person, place, and thing on this planet will be connected within the next 10 years.”
leon mexico

Além de todas estas tecnologias futuristas, o filme também tem situações que são pura pseudo-ciência, nada relacionadas com a realidade, como os precogs, que têm “visões do futuro”.

Já agora, se quiserem aproveitar para ver todo o filme:














6 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Olá Nuno,

    Mas o radicalismo de esquerda também não quer esse controlo? 😉

    Claro que sim. Basta ver os exemplos da URSS, Cuba, e China 🙂

    Total controlo 🙂

    P.S.: note-se que não estou a defender nenhuma ideologia. Simplesmente acho que todas as ideologias desejam esse controlo
    😉

  2. A ideia da possibilidade de saberem onde estou, a fazer o quê e com quem assusta-me um bocado e faz acordar o meu lado mais “radical de esquerda”. :/

    • Conceição Monteiro on 22/08/2010 at 22:53
    • Responder

    Então prefiro continuar com uma montanha de cartões. 🙂

  3. Acho que é num dos filmes Terminator (Exterminador Implacável), que o Schwarzenegger retira o olho a alguém para poder colocar a íris à frente da máquina.
    Acho até que há outros filmes que também mostram cenas similares…

    Também há olhos “prostéticos”/postiços 🙂

  4. Tás com medo que te roubem os lindos olhos?
    😀

    • Conceição Monteiro on 22/08/2010 at 22:13
    • Responder

    “Dentro de 10 anos, não serão precisos cartões para nada – basta a íris dos olhos.”
    Exacto, vamos ter gente não a roubar os cartões multibancos, mas a roubarem a íris dos olhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.