Abr 29

E se o Tempo não fôr a 4ª dimensão?

Normalmente pensa-se no espaço-tempo como sendo 3 dimensões de espaço e 1 de tempo.
Mas uma nova hipótese propõe que se pense no espaço-tempo como sendo 4 dimensões de espaço… e o espaço é intemporal. O tempo existe, não como uma dimensão àparte, mas sim como medida de mudança.

Sendo assim cairia definitivamente por terra a ideia de que o tempo é uma quantidade absoluta, que flui àparte no espaço-tempo.
Por outro lado, o famoso paradoxo de Zenão, entre Aquiles e a tartaruga, fica resolvido, segundo esta nova hipótese.
Por fim, se esta hipótese estiver correta, então viagens no tempo são impossíveis.

Leiam em inglês, aqui, aqui, e aqui.

10 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • Mirian Martiin on 29/04/2011 at 15:33
    • Responder

    O tempo flui continuo, mas o espaço pode ser descontínuuo? 😉

  1. Pelo que percebi, acho que não 😉

    As nossas 3 dimensões de espaço são contínuas. Não existe um descontinuar de, por exemplo, cima-baixo, esquerda-direita.
    Quando queremos dar as coordenadas de algo, damos 3 dimensões espaciais, e também do tempo para saber quando esse algo estava nesse sítio.

    O que eles dizem é que as 4 dimensões são contínuas. Que não há um Tempo àparte 😉

  2. São 3 dimensões espaciais, e uma (pelo menos) temporál.

    1. Arnaldo,

      Essa é a forma “normal” de se ver atualmente o espaço-tempo.

      Mas SE ler a notícia, percebe que este estudo aponta noutro sentido: 4 dimensões espaciais e um fluído contínuo de tempo.

      Tem é que ler… senão fica sempre a pensar o mesmo…

  3. Não fala em quarta dimensão espacial, fala só que o tempo não é a quarta dimensão.

  4. Novamente, recomendo a leitura.
    Comentar sem ler, é somente perder tempo.

    No meu post eu digo isto:
    “Mas uma nova hipótese propõe que se pense no espaço-tempo como sendo 4 dimensões de espaço… e o espaço é intemporal.”
    É claramente dito: 4 dimensões de espaço…

    Nos links é dito:
    “So while 4D spacetime is usually considered to consist of three dimensions of space and one dimension of time, the researchers’ view suggests that it’s more correct to imagine spacetime as four dimensions of space. In other words, as they say, the universe is timeless.”
    “Does it mean that time doesn’t exist? No. This view suggests that our usual 4D spacetime made of three dimensions of space and one dimension of time, is rather made of four dimensions of space. In short, the Universe is timeless.”
    Ou seja, 4 dimensões de espaço…

    Como eu disse, tem que se ler as coisas, e não só o título…

  5. Considero que não seja coerente uma quarta dimensão apenas espacial, porque em dimensões espaciais se consira a princípio como dimensões que podem ser quantificadas precisamente ao ponto de servirem como coordenadas, utilizadas em conjunto, para localizar algo.
    Mas e esta quarta dimensão espacial? Onde estaria? Que tipo de coordenada seria resultante dela? E se mudasse a coordenada da suposta quarta dimensão, qual seria o deslocamento?
    Por isto continuo a afirmar, que são 3 dimensões espaciais e uma temporal (oq não descarta que futuramente se descubra mais).

    Carlos, lhe convido a participar dessa mesma discussão, que transpuz para um forum, que é direcionado para discussões sobre fisica.
    O link é este => http://fisica2100.forumeiros.com/t727-e-se-o-tempo-nao-for-a-4-dimensao

  6. Em lado nenhum é dito “uma quarta dimensão apenas espacial”.

    Quanto às coordenadas, o que eu sugiro é que contacte o autor do estudo 😉
    Por outro lado, aconselho alguns dos comentários nos links dados, porque são interessantes 😉

    Quanto ao Fórum, eu não tenho nada a discutir :). Não sou Cosmólogo 😉
    Mas parece-me claro que o Arnaldo continua sem ler os artigos, e por isso continua a pensar nas dimensões como estanques àparte, quando o estudo (e os artigos) são, para mim, claros ao afirmar que não se pode pensar assim no espaço-tempo.

    abraço!

  7. O tempo não é uma dimensão, mas uma lei do universo. o que acha?
    vou esplicar porque:
    1º fato: assim como a gravidade, o tempo é o resultado do espaço. quanto mais aceleramos no espaço, menos o tempo passa. até mesmo um foguete (cujo testes já comprovaram) foi colocado um relógio atômico e percebeu-se que o tempo passou milioésimos de segundos menos para os tripulantes que para as outras pessoas na terra. isso só significa uma coisa, que a velocidade no espaço é regida pelo tempo. o tempo é uma lei espacial universal.
    o tempo está intrinsicamente relacionado ao espaço, pois assim como a gravidade, é resultado deste.se o tempo fosse uma dimensão não teriamos como acelera-lo ou retardálo a ponto de uma pessoa em um foguete conseguir desacelera-lo, pois uma pessoa é um objeto muuito grande para isso, se compararmos aos eletrons e fotons.

    antes do universo não existia tempo porque não existia espaço. o tempo só existiu porque o espaço surgiu.

    1. Bem, a primeira coisa que descreve é o Paradoxo dos Gémeos, Dilatação do Tempo, que nos foi explicada por Einstein e que é rotineiramente comprovado diariamente.
      Por isso, neste caso, nada de novo 😉

      Quanto ao seu 2º ponto, é realmente interessante a associação com a gravidade, que também está naquilo que se aprende na escola 🙂

      Já leu o livro a Seta do Tempo? 😉

      abraços!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.