Antimatéria capturada

Como diz o Diário Digital:
“Cientistas confinam antimatéria durante 16 minutos. (…)
Por ora, a novidade é mesmo o aprisionamento de longo período. (…)
O grupo já havia confinado anti-hidrogénio antes, no ano passado, mas por apenas pouco mais de um décimo de segundo. O salto para mil segundos (um aumento de 5.000 vezes no tempo de captura) rendeu a publicação na revista Nature Physics.
O próximo passo é descobrir mais sobre essas «criaturas ariscas». (…)”

E como escreveu o nosso leitor Ricardo André:
“CERN – Capturados átomos de antimateria por 16 minutos.
O Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Centre Européen pour la Recherche Nucléaire – CERN) conseguiu capturar átomos de anti-hidrogénio ao longo de mil segundos, tempo considerado suficiente pelos cientistas para os começar a estudar. Até agora, as experiências só tinham conseguido capturas por fracções de segundo. Este avanço foi comunicado por Jeffrey Hangst, em nome dos participantes da experiência ALPHA.
Um átomo de hidrogénio é formado por um protão com uma carga eléctrica positiva e por um electrão de carga eléctrica negativa. Um átomo de anti-hidrogénio é constituido por um protão negativo e por um electrão positivo. A antimatéria pode ser descrita como o “espelho” da matéria que conhecemos, mas continua a ser difícil de observar, porque todos os átomos de antimatéria se eliminam ao contacto com a matéria. Nesse contacto é produzida uma enorme quantidade de energia.
O que os cientistas do CERN agora conseguiram foi estender consideravelmente o tempo de captura de átomos de antimatéria, neste caso anti-hidrogénio. Os primeiros átomos de anti-hidrogénio foram produzidos pelo CERN desde 1995. Na experiência agora feita no acelerador de partículas, conseguiu-se a captura por 16 minutos de 309 átomos de anti-hidrogénio.”

Leiam mais sobre isto, aqui, aqui, aqui, e aqui.

Será que o motor da Enterprise está já à espreita? 🙂

Por último, refiro que esta notícia já tinha saído na imprensa internacional há 1 mês atrás.
Como me avisou o José Gonçalves, ele próprio já tinha escrito sobre isto, neste post.
Mas só chegou agora à imprensa portuguesa e brasileira… porque 1 mês depois, saiu a notícia na revista Scientific American…
Ou seja, pelos vistos andamos 1 mês à frente da imprensa portuguesa e brasileira 😛 eheheheheeh 😀

4 comentários

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Finalmente vão poder dar cabo do Vaticano!
    Fiat lux!
    Estou só a brincar com a historieta do Dan Brown, que eu acho péssima!
    Ainda estamos na “Primária” a entender a engenharia do Criador!

  2. Finalmente notícias do cern! (Não foi só o fim do mundo que me trouxe a este blog há uns tempos atrás, foram também as divulgações sobre a actividade do cern!)

  3. PUTS! Que maravilhoso! já pensou se eles conseguirem capturar tempo o suficiente para estudar e explorar os conceitos, estudar a “anatomia” do atomo em si! seria um avanço tremendo….quem sabe se torne até uma forma limpa e efeciente de combustivel!

    • Mirian Martin on 07/06/2011 at 22:26
    • Responder

    Misture todas as “manchetes” dadas no AstroPt e veja como a coisa pode ficar aterrorizante! Anti matéria mais o jato de plasma solar, mais qualquer outra coisa meio explosiva e temos o fim do mundo às portas! 😀

    Eu, pelo menos, me aproveitei disso, justificando as chuvas de hoje em São Paulo. 😀 😀

    Vou compartilhar este post para a turma. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.