Um Planeta num Sistema Triplo

Uma equipa de astrónomos liderada pelo italiano Silvano Desidera anunciou a descoberta de um planeta maciço em torno de uma das componentes do sistema triplo HD132563, na constelação do Boieiro. Este sistema binário é composto por duas estrelas semelhantes ao Sol separadas por 4.1 segundos de arco (facilmente separadas com um telescópio), correspondendo a uma separação real de 400 u.a. a uma distância de 310 anos-luz. As duas componentes são relativamente pobres em “metais” e são ligeiramente mais evoluídas que o Sol, com 5 mil milhões de anos. A componente HD132563A é ela própria uma binária espectroscópica. Isto quer dizer que tem uma estrela companheira cuja luz só é detectada pela análise do espectro conjunto. À medida que as estrelas orbitam em torno de um eixo de gravidade comum, as linhas espectrais de cada uma fazem uma “dança” periódica, como podem ver no vídeo seguinte:

O período desta binária espectroscópica é de cerca de 15 anos com uma excentricidade orbital que excede 0.65. A estrela companheira parece ser uma anã de tipo espectral K com 55% da massa do Sol.

O planeta agora descoberto orbita a componente HD132563B com um período de aproximado de 4.2 anos, numa órbita com semi-eixo maior de 2.6 u.a. e uma excentricidade elevada de 0.2. Trata-se de uma planeta maciço, com uma massa mínima (a técnica da velocidade radial só permite determinar o limite mínimo para a massa dos exoplanetas) de 1.5Mj (Mj= massa de Júpiter). Este sistema confirma a tendência observada para os sistemas triplos com planetas em que os ditos orbitam a componente solitária. A figura inicial deste “post” poderia ser uma reconstituição artística do sistema HD132563. HD132563A e a sua companheira vêm-se à distância, a partir de uma das hipotéticas luas do planeta gigante que orbita HD132563B, esta última não visível na imagem.

As observações foram realizadas com o Telescopio Nazionale Galileo (TNG) do Observatorio del Roque de los Muchachos, em La Palma, Canárias. O instrumento utilizado para medir as velocidades radiais foi o SARG, um espectrógrafo de alta resolução equipado com uma célula de iodo para imprimir linhas espectrais de referência no espectro das estrelas.

O artigo original está aqui e a notícia em italiano aqui.

1 ping

  1. […] (atmosfera de água), Kepler-186f, KOI-961, KOI-172.02, Alfa Centauri, Quinteto, Mais 10 + 18 + 50. HD 132563. HD 85512b, HD 10180, HD 40307g, Kepler-10b, Kepler-11, Kepler-16b (Tatooine), Kepler-20e e 20f, […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.