Arte no CERN

“Centro de investigação quer que artistas se inspirem na física de partículas.
O maior laboratório de física de partículas também tem lugar para a arte.
O CERN lançou esta quinta-feira uma nova política para a cultura, que tem como objectivo acolher entre um e dois projectos artísticos por ano nas suas instalações, em Genebra. A ideia é deixar que os artistas se inspirem no mundo da ciência.
(…)
O projecto – ou “política cultural”, como prefere designar o site oficial do CERN – chama-se “Great Arts For Great Science” e, nas palavras da especialista cultural do centro, Ariane Koek, pretende colocar as artes num “patamar de qualidade semelhante ao da ciência”. E para propiciar esse equilíbrio, o CERN vai transformar-se numa residência artística.”
Leiam todo o artigo, no Público.

A ciência ao serviço da arte 😉

2 comentários

    • Dinis Ribeiro on 09/08/2011 at 12:59
    • Responder

    A fotografia lembra um bocado as geometrias de Escher:
    http://en.wikipedia.org/wiki/M._C._Escher / http://pt.wikipedia.org/wiki/Maurits_Cornelis_Escher

    Muitas vezes as artes são precursoras das ciências.

    Certas ideias terão sido “esboçadas” pela arte…

    Estou á procura dum conjunto de textos que obtive em Paris sobre esse assunto.

    Por exemplo, há quem pense que o Pontilismo http://en.wikipedia.org/wiki/Pointillism
    poderá ter tido “alguma influência” sobre o trabalho de Boltzman
    http://en.wikipedia.org/wiki/Ludwig_Eduard_Boltzmann que esteve na base da Teoria Quântica

    Ver: http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_quantum_mechanics

  1. É uma ideia fantástica que pode não só fomentar novos projectos, como criar obras muito originais.

    Pode também ser o início de um novo movimento que aproxime a ciência e a arte, áreas que normalmente parecem estar nas antípodas uma da outra, mas que na minha opinião poderão usufruir muito uma com a outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.