«

»

Out 02

Ar e Espaço

Estive em Washington DC.
Num dos dias lá, estive no Museu Smithsonian do Ar e do Espaço. É um dos melhores museus do mundo… e é grátis :)
O museu é enorme. Passei 4 horas a andar de um lado para o outro, saindo de lá “de rastos”.
Já visitei este museu várias vezes, se bem que já não ia lá há alguns anos, por isso esta visita foi bem apreciada.

Àparte a parte espacial que já conhecia, algumas das novas exposições e shows que gostei foram:
– a arte com base na actividade da NASA.
– o Google Moon em ecrãs gigantes.
– o documentário do Hubble 3D, em IMAX, que já vi por 6 vezes!
– o único show de planetário que me faltava ver (já vi todos os outros) e que se chama Viagem às Estrelas.
– um pequeno aparelho em que se vê a luz a percorrer o caminho, para nos mostrar quanto tempo demora a luz a vir da Lua.
– a exibição Langley, entre outras sobre a história da conquista dos céus, que me pareceu mostrar que houve um grande desenvolvimento de aviões nas primeiras décadas do século 20, mas a partir de 1930 parece-me que as coisas estabilizaram e deixou de haver “revoluções”.
– um “jogo” para se saber qual será a melhor profissão que cada pessoa deverá ter. Após responder a uma série de perguntas (incluindo uma sobre se fôssemos um super-herói, qual o super-poder que gostaríamos de ter? De entre as inúmeras opções, escolhi controlar os pensamentos dos outros :P – Jedi mind control), então chegou a resposta: as melhores profissões para mim seriam Cientista ou Professor. Este “jogo” acertou nos alvos!
– os simuladores de realidade virtual. Andei no Cosmic Coaster, mas não era nada de especial. Já o Simulador Interactivo de Vôo é espectacular, dando voltas de 360º (fui lá antes de almoçar :P).
– fiquei a saber que a minha estrela é a estrela Porrima. Desafio: sabem porquê?

Na enorme loja que eles têm (na verdade têm diversas lojas espalhadas pelo Museu, mas estou-me a referir somente à principal), abriram um 1º andar e uma cave. Na cave estava uma enorme exposição de ficção científica, sobretudo de Star Wars e Star Trek, onde se podiam comprar imensas coisas.
Uma das coisas em exposição na loja era o modelo da Enterprise utilizado na série Star Trek:

Provavelmente aquilo que me deixou literalmente de boca aberta é o enorme mural espacial na entrada do museu.
Eles mudam o mural de vez em quando, mas desta vez está simplesmente fenomenal.
Vejam algumas das fotos, aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui.

Acerca do autor(a)

Carlos Oliveira

Carlos F. Oliveira é astrónomo e educador científico.
Licenciatura em Gestão de Empresas.
Licenciatura em Astronomia, Ficção Científica e Comunicação Científica.
Doutoramento em Educação Científica com especialização em Astrobiologia, na Universidade do Texas.
Criou e leccionou durante vários anos um inovador curso de Astrobiologia na Universidade do Texas.
É actualmente Research Affiliate-Fellow em Astrobiology Education na Universidade do Texas em Austin, EUA.
Trabalhou no Maryland Science Center, EUA, e no Astronomy Outreach Project, UK, recebeu dois prémios da ESA, e realizou várias palestras e entrevistas nos media.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>