Perspectivas de custo

Para quem acha que os custos da missão Curiosity são muito altos, penso que este gráfico é elucidativo.

Deixo as palavras de Neil deGrasse Tyson (aqui e aqui): “Num só ano, o total dos gastos com a Defesa ultrapassa o total da soma de 50 anos de orçamentos da NASA.”

13 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. Apesar de tudo, penso que o dinheiro gasto nos Jogos Olímpicos não foi mal empregue. Enquanto via atletas de várias nações subir ao pódio e cumprimentar-se, perguntava-me a mim mesmo se poderíamos chegar aquilo como espécie, sem competitividades entre nações que resultassem em guerras, apenas competitividades saudáveis, como o desporto. Adorei as cerimónias de abertura e encerramento e desejei que estas cerimónias tão dispendiosas influenciem muito o nosso futuro. Para melhor!

    Quem sabe, talvez sejam os jogos olímpicos um dos maiores feitos na nossa espécie e uma das formas de distinção entre a nossa cultura e qualquer outra cultura extraterrestre. E, se durarem, talvez vejamos a primeira olimpíada em Marte e vejamos homenzinhos verdes visitar o nosso planeta, como turistas, apenas para testemunharem este evento, da mesma forma que milhares de europeus (nós, os aliens) visitam o Brasil para ver o Carnaval. Mas isto já sou eu a divagar.

    1. De acordo. 😉

      Penso que no passado já falei dos futuros Jogos Olímpicos pelo Sistema Solar, mas na óptica do divertido que eles irão ser 😉
      Por exemplo, na nossa vizinha Lua, poderiam ser batidos todos os recordes de salto em altura, salto em comprimento, lançamento do dardo, lançamento do peso, etc 🙂

  2. Resta dizer que é tudo uma questão de motivação… E não tão somente questão de dinheiro… 😉

    1. De acordo.

      E essa motivação, depende das pessoas que decidem 😉

      Por exemplo, se eu mandasse, não teria qualquer motivação em ir para o Afeganistão… mas teria em ir até Titã 😉

        • Frederico Silva on 16/08/2012 at 06:38

        Ou quem sabe Enceladus 😀

        • abidos on 16/08/2012 at 13:48

        E a Europa, ninguém quer ir ?!!! Sempre gostei de paisagens ‘polares’!!! Além disso, até é, um ‘bocadinho’, mais perto…!!!

        Abraços

      1. Falando por mim: é muito frio!!!! 😛

        Prefiro Io 😛 eheheheheeh 🙂

  3. É engraçado percebermos que o projeto da Curiosity como um todo [ao lado da ISS e do LHC ] representa aquilo de mais avançado e fantástico que a Humanidade pode criar hoje…ela simboliza o melhor da nossa espécie, o melhor que podemos sonhar e alcançar, não há preço para algo tão magnífico!

    1. Sem esquecermos as Voyager, a Galileu, a Cassini, etc 🙂

      Eu continuo a pensar nas Voyager como o ex-libris do nosso conhecimento tecnológico 😉
      Mas é só a minha opinião… 😉

      Vamos ver o que a New Horizons vai fazer 😉 … já está a caminho 😉

        • Kelvin Paul on 16/08/2012 at 17:01

        Então, Carlos.

        Voyager, Galileu e Cassini seriam as pioneiras; citei a Curiosity+ISS+LHC mais no sentido dos avanços mais modernos da sociedade atual, elas representam o ápice do mundo de hoje, se fosse para colocar quais seriam os maiores avanços até hoje, teríamos uma longa lista hehehe =D

      1. 🙂

      2. Completamente de acordo no que respeita às Voyagers!
        Quanto à New Horizons, esperemos que não se espalhe no eventual disco circum-planetário de Plutão 🙂
        Não fui eu que disse, mas o meu amigo Mike Corcoran da NASA, na convivência que tivemos em Julho no XI Hvar Colloquium:
        http://oh.geof.unizg.hr/index.php/en/meetings/xith-hac

  1. […] Espacial (tag): 100 + 50 exemplos. Freira. Inovações imprevisíveis. Resposta. Respostas. Custos: Tyson, […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.