Árvores arrancadas para passar o vaivém Endeavour ?

A notícia pode ser dada de duas formas.

Ambas dão os factos: a 20 de Setembro de 2012, o vaivém Endeavour chegará ao aeroporto de Los Angeles e terá que ser levado, pela rua, até ao Centro de Ciências da Califórnia – onde ficará lá para sempre, em exposição. O vaivém é enorme: 77 toneladas de peso, altura correspondente a prédio de 5 andares, e 23 metros de largura. Não pode ir de helicóptero porque é demasiado pesado. Não pode ser desmantelado, porque seria danificado. Não pode ir pela auto-estrada, devido ao peso e largura sobre pontes e viadutos. Desta forma, a única hipótese é uma larga avenida sem pontes ou edifícios que possam ser danificados. A solução é percorrer 19 quilómetros pela Manchester Boulevard, Crenshaw Drive, Crenshaw Boulevard, e Martin Luther King Jr. Boulevard. Mesmo assim, para o vaivém passar, muita coisa terá que ser substituída.

A partir daqui, depende da subjectividade de quem escreve.

Pode-se apelar para o lado sensacionalista e dizer que devido ao Endeavour, nas zonas por onde ele irá passar, irá deixar de haver luz, os sinais de trânsito serão retirados, e quase 400 árvores serão arrancadas.
Provavelmente, este sensacionalismo, este dramatismo, “vende” mais… permitirá fazer com que a nossa notícia e o nosso site sejam partilhados fantasticamente pela população online.

Pode-se também apelar para o lado mais balanceado, sem drama, e dizer que é verdade que as linhas eléctricas terão que ser temporariamente levantadas, assim como os sinais de trânsito, mas rapidamente serão todos repostos. Também é verdade que quase 400 árvores serão arrancadas, mas quase 800 serão plantadas posteriormente nas mesmas avenidas. E, claro, para todo o sempre, existirá naquele sítio um vaivém espacial, que além de ser um tesouro inspirador da Humanidade, levará um sem-número de turistas a colocarem o Centro de Ciências da Califórnia no mapa de locais a obrigatoriamente visitar.

Sem qualquer justificação de passagem de tesouros internacionais, como os vaivéns espaciais, e totalmente contra o chamamento de turistas, na minha cidade do Porto também se retiraram as árvores e jardins que existiam na avenida central da cidade para se colocar um “frio” cimento. Tomara eu que a justificação fosse: “é uma mudança temporária devido à passagem de um vaivém espacial.”

3 comentários

    • nivaldo macedo on 20/12/2012 at 00:41
    • Responder

    gostei,

  1. Bibó Porto, carago 🙂

    E o Glorioso Benfica, claro 😛

  2. Também é da cidade do Porto? Engraçado.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.