Televisões sintonizadas no Big Bang

Quando sintonizam a televisão em canais que não existem, cerca de 1% da estática que recebem veio da Radiação Cósmica de Fundo criada pelo Big Bang há 13,7 mil milhões de anos.

7 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

  1. pergunta – eh a gravidade uma equação linear

  2. Será só isso? Cerca de 3 Kelvin na zona do infra vermelho longo (temperatura), que é uma manifestação de energia cinética das massas.E ainda a estática da telvisão e do FM que existe na banda VHF (I,II,III) e no UHF. Há manifestação da presença de radiação electromagnética por vários comprimentos de onda. Será só do big bang? Ou também está presente a assinatura do próprio espaço tempo.Há tnato por aprender e descobrir…

    Saudações galáticas.

    • Manel Rosa Martins on 04/12/2012 at 23:17
    • Responder

    Maravilhoso som tão irritante! :))

    Do ponto de vista da Física de partículas, e do dia-a-dia:

    A radiação do eco do fundo do big bang chega-nos, muito débil, mas provinda de todas as direcções, sob a forma de nicroondas, que é a zona do spectrum Electro-magnético onde os fotões tem menos energia, logo um comprimento de onda muito longo, é com uma onda do mar muito lata que vem depois morrer placidamente à costa. Uma como uma última descida duma montanha-russa que termina muito suavemente no final da volta de diversão.

    Assim, nessa forma, a radiação não tem um aumento e depois um pico, é antes muito presente, como um ruído irritante de fundo, que mal ouvimos, mas que nos cerca por todo o lado.

    Faz também lembrar a Gravitação, e a sua resultante, a Gravidade, aqui na Terra, mal damos por ela, nem pensamos nisso, e ela está sempre presente.

    Assim, a sua captação muito depende das condições atmosféricas, da presença ou não doutros aparelhos electrónicos (por exemplo outros electrodomésticos, que trabalham com os fotões e os electrões da física quântica), e ainda de ser por uma TV analógica em boas condições.

    Há fontes que referem ser 1% da “estática”, do pschhhhh quando a TV está mal sintonizada, outras fontes referem ser até 30%.

    -Dada a variação este dado não é relevante ser referido com exactidão, mais relevante é que esta se manifesta a cerca de 3 graus Kelvin (3K) de temperatura, muito perto do zero absoluto.

    Tão perto que fica correcto dizer-se que a Temperatura do espaço é nenhuma, é um conceito não existente: E isso porquê? Porque no espaço não há onde encostar um termómetro.

    A radiação de fundo é uma das maiores provas concludentes da Teori do Big Bang estar certa, pois é observado até com esta facilidade no pschhh da TV.

    O Big Bang é assim o Modelo-padrão de Consenso da Cosmologia.

    Esta descoberta fez nascer aliás a disciplina Científica da Cosmologia. :)))

  3. Isso ainda acontece com o sinal digital?

    1. Não. Isto era naquelas televisões antigas, que se sintonizava os canais à mão 😉

    2. Mas está sempre presente, o sistema é que não tendo informação, não faz saida.Geralmente o digital é modulado e transportado num sinal analógico (Análogo – Analogue)
      Nos rádios de FM de melhor qualidade, existe uma opção que é o “Muting” ou “Silenciamento”. Se o sinal proveniente da entrada da antena não tiver uma voltagem específica, o circuito silencia a saída do som. Caramba, estamos a falar de valores de entrada de cerca do 1uV ou menos, para ouvirmos o ruido branco. Isto deve-se ao formato da desmodulação do sinal; em AM não tem este efeito tão ruidoso.
      Agora imaginem a sensibilidade dos antenões com prato parabólico que estão apontados aos marcianos: 1 pV, 10 aV, 200fV??? Não imagino onde se consegue chegar na detecção de RF!

  1. […] – Cosmologia (tag): início. Evidências da Teoria do Big Bang. Televisão. Quantum Graphity. Universo Cíclico com círculos. Donut e Möbius. Universo mais velho e com mais […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.