Imortalidade ?

O gráfico mostra a longevidade de vários animais.
Os Humanos vivem, em média, cerca de 75 anos, por exemplo.

Para mim, um dos aspectos interessantes neste tema é o conceito de imortalidade. Ou melhor, da relatividade desse conceito.
Se perguntarmos a alguém o que é ser imortal, a pessoa diria que é viver para sempre. Mas o que é “para sempre”?

Para uma mosca, que vive somente alguns dias, um Humano é imortal. Imaginem que as moscas têm livros e neles descrevem os humanos. Nesse livro, elas dirão que já se passaram centenas de gerações de moscas, e um certo Humano continua a viver. Para elas, certamente que o Humano é imortal.

Da mesma forma, se encontrarmos um extraterrestre que viva 1 milhão de anos, então para nós esse extraterrestre será imortal, porque na prática passarão imensas gerações de humanos e esse extraterrestre sobreviverá a todas.
Claro que na verdade ele não é imortal, mas para nós parecerá imortal.

Isto leva-me à pergunta: será que o Super-Homem é imortal ou somente um ser que vive durante muitas gerações de humanos?

7 comentários

1 ping

Passar directamente para o formulário dos comentários,

    • maria carvalho on 09/01/2013 at 19:30
    • Responder

    A questão é: O universo é mortal?

  1. Sim, ele é imortal, pelo menos no sentido biológico (velhice). O seu poder de “não envelhecimento” aumenta a medida do tempo… mas ele é “morrível”, ou seja, pode ser assassinado…

    Por sinal, existem animais imortais por aqui… como a água-viva Turritopsis Nutricula. Só morre se for de morte matada!!!

    1. Precisamente 😉
      http://www.astropt.org/2009/06/09/turritopsis/

      abraços!

  2. Lembrei-me de um conto do Asimov que li esses dias: “A Última Resposta”.

    Eu achava o outro conto, “A Última Pergunta”, o melhor, mas esse superou de longe 😀

    São meras 5 páginas A4, em tamanho, mas o Isaac Asimov juntou os conceitos de infinito, imortalidade, deus, inferno e pavor de uma forma assombrosa rsrs

    Senti-me mal por não conhecer esse conto dele antes, então estou falando pelos cotovelos para quem quiser ler hehehe =D

    http://stoa.usp.br/lucianovf/files/2609/14555/A+%C3%BAltima+resposta.pdf

      • isa marreiros on 06/01/2013 at 16:27
      • Responder

      E o Kelvin fez-me sentir mal por não conhecer nenhum deles, fui ler e simplesmente adorei 🙂 Genial, faz-nos pensar … 😉 Afinal o infinito não existe… existe um principio e um fim, e a certeza que “não assistimos ao principio mas vamos assistir ao nosso fim” como diz o Carlos na entrevista 🙂 Acho que até aquela máquina do Asimov não sabia a resposta … o Multivac 😉

        • Kelvin Paul on 07/01/2013 at 01:21

        Isa, “encontrei” mais um outro conto do Asimov que bate de frente com esses dois: O Passado Morto 😀

        Eu não estou conseguindo mais saber qual desses três é melhor; acho que não há hehehe

        Este conto é um pouco maior, mas a ideia dele é fora de série: um cronoscópio, uma máquina que mostra o passado, verdadeira Caixa de Pandora que pode revelar qualquer segredo que exista.

        Infelizmente não há uma versão livre deste conto no Google, encontrei o texto dentro do livro de contos : A Terra tem Espaço.

        Felizmente o livro pode ser encontrado em versão “gratuita” ;D se digitar isto no google: A Terra Tem Espaço 4shared [pode editar o comentário, caso haja problemas, Carlos :)]

        2013 será o ano dos contos do Asimov para mim hehehe, acho que tem pelo menos mais uns 40 dele espalhados por coletâneas 😀

      • isa marreiros on 07/01/2013 at 21:25
      • Responder

      Obrigada Kelvin, vou já tratar de o encontrar 🙂

  1. […] 91 – Falecimentos: Paulo Santos. Arthur C. Clarke. Ray Bradbury. Sally Ride. Viver. Imortalidade. […]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.