Sistema estelar de 4 estrelas

Um estudante de doutoramento da Open University ao analisar os dados do projecto SuperWasp (de procura de exoplanetas), descobriu um sistema estelar constituído por 2 pares de estrelas binárias: um par de 2 estrelas que se orbitam mutuamente e outro par de estrelas que se orbitam mutuamente, e os dois pares orbitam-se mutuamente numa dança contínua.
Esta valsa a 4 denomina-se J093010.

Este sistema quádruplo foi descoberto porque o plano orbital da “dança gravitacional” está directamente alinhado com a nossa linha de visão, levando a trânsitos e eclipses.
Este é somente o 6º sistema quádruplo encontrado.

De referir que um dos pares está tão próximo que uma das estrelas está dentro da camada exterior de gás da outra estrela – estrela binária de contacto.
Pode-se dizer que é uma dança em que o par se beija apaixonadamente 😉

Leiam o artigo científico, aqui.

3 comentários

1 ping

  1. Só uma curiosidade… aquele par em que “uma das estrelas está dentro da camada exterior de gás da outra estrela ” está condenado a uma fusão, não?

    Imagino que o atrito com os gases da estrela maior – arrastamento atmosférico – “rouba” momentum ao par, fazendo com que num futuro mais ou menos distante as estrelas se fundam.
    … Não gostaria de estar próximo quando isso acontecer!

  2. Você pode vê-los em movimento hipnotizante:

    Muito obrigado.

  3. Eu diria antes que: um dos pares beija-se ardentemente. Com tanta radiação devem ter as beiças todas arrebentádas…

  1. […] Thackeray). Faixa Estendida de Groth. Mais antiga. HIP 102152. HD 140283 (aqui). U Camelopardalis. J093010. R Sculptoris. Zircónio. W1-26. Canis Majoris (Óxido e Dióxido de Titânio). V838 Monocerotis […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.